Campos do Jordão: frio e moto combinam?

André Jordão

O verão de 2011 acabou há mais de um mês, dando lugar ao outono em 20 de março. Nos primeiros dias da nova estação o clima ainda é quente e as chuvas, antes constantes, vão diminuindo à medida que o frio vai chegando. E é esse frio que rege toda a temporada outono/inverno e faz de algumas cidades o lugar ideal para se aproveitar as quedas de temperatura.

No estado de São Paulo, a representante oficial da estação de inverno é Campos do Jordão. Localizada na Serra da Mantiqueira, no interior de São Paulo, Campos tem hoje pouco mais de 50.000 mil habitantes. Com altitude de 1628 metros, a cidade é o mais alto município brasileiro, o que justifica as baixas temperaturas.

A estrada que liga a capital paulista a Campos do Jordão é o corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto. Rodovias em ótimas condições de uso são muito procuradas por motociclistas. Embora cobre pedágio das motos, a estrada oferece retas seguras, mas atenção aos limites de velocidade, pois está cheia de radares.

Seguindo este itinerário fomos visitar Campos do Jordão para ver como anda o movimento na serra. Saímos as 8h30 de São Paulo e, com tranquilidade, chegamos às 11h ao destino. A moto escolhida para essa viagem foi a nova Honda CBR 1000 RR.

Uma superesportiva condizente com esse passeio. É possível acelerar na Ayrton Senna, fazer curvas ao subir a Serra e a viagem não demora muito, visto que as dores no corpo começam aparecer ao final dos 185 quilômetros apontados no hodômetro.

Campos do Jordão de dia
“Campos do Jordão ainda está vazia”, diz Cleiton Wellington, frentista do posto de gasolina. Com um papo rápido na entrada da cidade, descubro que Campos — tirando o feriado de Páscoa — só começa a encher no começo de junho.

E, andando pelas ruas da cidade, confirmamos a informação. O movimento no domingo era grande, entretanto casas noturnas ainda não haviam aberto e os hotéis e pousadas tinham lugares sobrando.

Sem a ‘muvuca’ ou com ela, o legal é sair cedo para fazer um passeio. Há muitas opções na cidade (veja dicas) e cada atração ajuda o visitante a conhecer melhor as belezas de Campos do Jordão. Depois de ‘bater pena’ de manhã opções de almoço não faltam. Os preços variam, mas pode ter certeza que Campos do Jordão lhe cobrará caro a visita.

Noite fria, porém agitada
A temperatura a noite cai ainda mais. Se o objetivo for fazer um bate e volta, volte antes de anoitecer. Mas se você escolher um feriado ou mesmo um final de semana curta a noite de Campos de Jordão.

Na alta temporada, que começa só em junho, grandes artistas fazem shows na cidade e todas as casas noturnas abrem para o público. Todavia, antes de sair você precisa estar bem alimentado. O cardápio a la carte é muito variado, mas a grande maioria dos restaurantes oferece o rodízio de fondues, que é uma opção bem interessante e custa em média R$ 50 por pessoa — carne, frango, queijo e chocolate.

Depois de curtir tudo que Campos do Jordão tem para oferecer chega a hora de ir dormir. Hotéis e pousadas estão espalhados por toda a cidade. Escolha se você quer ficar mais perto do centro de Capivari, ou alojado nos morros ao entorno. Os preços serão bem semelhantes, porque o centro traz a praticidade, enquanto os morros lhe oferecem vistas maravilhosas.

DICAS

Passeio:
Belvedere (Vista Chinesa): Localizado 1 km após a saída do Portal de Campos do Jordão, o Belvedere tem uma vista maravilhosa do Vale do Lageado na Serra da Mantiqueira. Um lugar lindo para apreciar o pôr do Sol bebendo um caldo de cana.

Bondinho e Estrada de Ferro: Na Avenida Emilio Ribas, na Vila Capivari, a estrada de ferro é a mais alta do Brasil. Num passeio de 2 horas ela leva o visitante até o mirante em Santo Antonio do Pinhal. O percurso mostra a vista de várias cidades do Vale do Paraíba. O telefone pra contato é (12) 3663-1531.

Centro de Lazer Tarundú: Um completo centro de lazer na Avenida Antônio Manso. Patinação no gelo, arborismo, orbit Ball, restaurante e mais algumas atividades para a família. Mais informações acessem www.tarundu.com.br

Gruta dos Crioulos: A Gruta dos Crioulos é uma pedra arredondada que na época da escravatura serviu de abrigo para os escravos foragidos das fazendas da região. O legal desse passeio é que pode ser feito de motocicleta off-road ou trail ou quadriciclo, já que a estrada é de terra.

Parque da Floresta Encantada: Ótima opção para crianças pequenas, a Floresta Encantada tem Casa da Bruxa, Casa do Papai Noel, um Gatário e outras simpáticas atrações. Ela fica na Rua Arandi, 270 no caminho para o Pico do Itapeva. O telefone pra contato é (12) 3662-5296.

Pico do Itapeva: No caminho da montanha mais alta da região (2030 metros de altitude), fica o lago mais alto do Brasil. Oferece uma paisagem espetacular da serra e em dias mais claros pode-se se avistar mais de 13 cidades do Vale do Paraíba.

Onde comer:
Baden Baden: O tradicional Baden Baden, localizado no centro de Capivari, na Rua Djalma Fojaz, oferece boas opções da culinária alemã. O número 934 do cardápio é o mais vendido do bar. O Chucrute a Garni é composto por eisbein, kassler, misto de salsichas, chucrute e batatas cozidas. O preço do prato é R$ 88,80 e serve duas pessoas.

Mercearia Campos: Em frente ao Baden Baden fica o Mercearia Campos. Eles oferecem como especialidade uma Truta a Moda. Pelo preço de R$54,90, a Truta é servida ao molho de uvas frescas, com brócolis e batata souté. Este prato é individual.

La Gália: Saindo da Mercearia Campos e virando a direita no fim da Djalma Forjaz você encontrará o La Gália. Segundo o gerente, o prato que mais vende é o Javali a Obelix. Pernil assado ao molho de ervas finas, com arroz de açafrão e tomate seco com legumes. Esse prato custa R$ 99,80 e serve duas pessoas.

Onde ficar:
Pousada Villagio Itália: Localizada no centro de Capivari, a Pousada Villagio Itália se intitula a vila italiana de Campos do Jordão. Informações acessem www.pousadavilaggioitalia.com.br.

Hotel Estoril: O Hotel Estoril é um dos mais tradicionais de Campos do Jordão. Também localizado em Capivari, o Hotel oferece suítes com vista panorâmica. Para saber mais acessem www.hotelestoril.com.br.

Pousada Dom Alfredo José: A pousada Dom Alfredo José é uma das mais novas de Campos do Jordão. Localizada no Morro do Elefante, ao lado do Teleférico, a pousada agrega construção em estilo clássico com aconchegantes acomodações. Informações acesssem www.domalfredojose.com.br.
 
Honda CBR 1000 RR
A linha 2011 da moto esportiva da marca japonesa é uma excelente opção para ir até Campos do Jordão. O corredor Carvalho Pinto/Ayrton Senna oferece muitas retas bem pavimentadas, apesar de cobrar pedágio por isso. São oito praças de pedágio no total (quatro na ida e quatro na volta) com valores que variam de R$ 0,85 a R$ 1,20 – uma dica é já deixar o dinheiro separado no bolso da jaqueta. No fim da rodovia, pega-se uma estrada de mão simples que segue até Campos, por isso cuidado.

O asfalto não é tão bom como já foi e muitos lugares estão sendo recapeados. As curvas começam a aparecer e contorná-las de CBR 1000 RR é muito prazeroso. Por isso mesmo, o estilo de moto mais visto na cidade é superesportiva. “A gente (o grupo) vem para Campos com frequência. É um ‘rolé’ muito bom pra se fazer de moto. Chegamos aqui, almoçamos e voltamos no mesmo dia”, conta Márcio Veronesi, motociclista e proprietário de uma Yamaha YZF R1 2009.

Seja para uma volta de moto, ou para curtir o frio em uma das mais belas cidades do estado, Campos do Jordão é um bom destino para o motociclista.

Fotos: André Jordão



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br