Harley-Davidson Roadster 2017 está pronta para desfilar e acelerar

Frequentemente criticada por alardear o status de novidade em simples remodelações de suas motos, a Harley-Davidson responde com a mais nova integrante da família Sportster: a Roadster. Embora seja movida pelo “trintão” Evolution de 1200cc, o motor de dois cilindros em “V” a 45° lançado em 1987, a marca adicionou uma pitada de esportividade à novidade da sua linha 2017.

A Roadster oferece algo a mais do que o guidão estilo “morcego”, curvado para baixo. A ciclística é mais agressiva, ou seja, o ângulo da coluna de direção é menor; e ainda há na dianteira suspensão invertida com tubos de 43 mm e o freio ganhou discos duplos. O equipamento “extra” justifica o fato de a Roadster ser vendida a partir de R$ 48.600 – apenas R$ 1.000 a mais que a Forty-Eight, outra Sportster de 1.200cc.

Pelas curvas da estrada de Santos
A ciclística mais esportiva convida a pegar a estrada, melhor ainda se for cheia de curvas, como a Via Anchieta que leva ao litoral paulista. A suspensão invertida não pode ser ajustada, mas oferece bom amortecimento. Na traseira, o sistema bichoque permite regular a pré-carga da mola. Com 114 mm de curso, o garfo dianteiro não afunda tanto em frenagens mais bruscas, proporcionadas pelos novos discos duplos flutuantes, comum em motos esportivas. 

O conjunto funciona melhor no acelera-e-freia tão comum em uma serra sinuosa. A posição de pilotagem, meio termo entre de pé e agachado, também ajuda a ter mais controle para acelerar. E, diferentemente de outras Sportster, há espaço, ainda que pequeno e não muito confortável, para a garupa.

O conhecido motor V2 de 1.200 cc refrigerado a ar acelera bem até 4.000 rpm, quando chega ao torque máximo de 9,6 kgf.m. O câmbio tem cinco marchas “longas” que exige poucas trocas. Seu tanque de maior capacidade - 12,9 litros – garante, com folga, mais de 200 km de autonomia e não obriga o piloto a conhecer todos os postos de combustíveis do caminho, como na irmã Forty-Eight e seu tanque “amendoim” de apenas 7,9 litros. 

Mas o tanque maior não explica a falta de um marcador de combustível no exclusivo painel. O mostrador único e central informa a rotação do motor em um conta-giros analógico, além de ter uma pequena tela de LCD com velocímetro digital, relógio e indicador de marchas – há apenas a luz indicativa de reserva. 

Estilo e função
Com o objetivo de crescer fora dos Estados Unidos - as Sportster são os modelos mais vendidos na Europa -, e em um momento no qual precisa aumentar as vendas no Brasil, a Harley-Davidson acerta em trazer a nova Roadster para o nosso mercado. 

Na parte ciclística, o modelo lembra a esportiva XR 1200X, aposentada em 2014. O visual inspirado nas cafe racer e tracker, ambos os estilos na moda atualmente, é difícil de rotular, mas a mistura funciona. Ainda há uma extensa lista de acessórios para customizar o modelo. 

A nova geometria do quadro e o guidão curvado para baixo atrapalham um pouco as manobras em baixas velocidade, mas compensam com a estabilidade em alta velocidade e nas curvas. A posição de pilotagem pode não ser das mais confortáveis para rodar 800 km em uma longa viagem, mas instiga a acelerar em um passeio no final de semana. O fato é que a Roadster combina forma e função muito bem: bonita para desfilar e divertida para pilotar.


FICHA TÉCNICA
Harley-Davidson Roadster 2017 
MOTOR Dois cilindros em “V”, comando por varetas, quatro válvulas e arrefecimento a ar 
CAPACIDADE CÚBICA 1.202 cm³
DIÂMETRO X CURSO 88,9 mm x 96,8 mm 
TAXA DE COMPRESSÃO 10,0:1
POTÊNCIA MÁXIMA n/d
TORQUE MÁXIMO 9,6 kgf.m a 4.000 rpm
SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO Injeção Eletrônica de Combustível Seqüencial (ESPFI)
SISTEMA DE PARTIDA Elétrica
CÂMBIO Cinco velocidades
TRANSMISSÃO FINAL Correia dentada
CAPACIDADE DO TANQUE 12,5 litros
CHASSI Tubular em aço de secção circular
SUSPENSÃO DIANTEIRA Garfo telescópico invertido de 43 mm de diâmetro do tipo cartucho com 114 mm de curso 
SUSPENSÃO TRASEIRA Sistema bichoque com ajuste na pré-carga da mola e 81 mm de curso
FREIO DIANTEIRO Dois discos de 300 mm de diâmetro com pinça de pistão duplo
FREIO TRASEIRO Disco simples de 260 mm com pinça de pistão duplo
PNEU DIANTEIRO 120/70-19
PNEU TRASEIRO 150/70-18
COMPRIMENTO 2.185 mm
ALTURA DO BANCO 785 mm
DISTÂNCIA ENTRE-EIXOS 1.505 mm
PESO A SECO 250 kg
PREÇO A partir de R$ 48.600

TEXTO: Arthur Caldeira / Agência INFOMOTO
FOTOS: Doni Castilho / Agência INFOMOTO



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br