-75.html" />

Revista Moto

REVISTA MOTO.com.br - 16ª EDIÇÃO January de 2006

Editorial dessa edição traz dicas MOTO.com.br para realizar bons negócios

A compra e venda entre particulares vem crescendo a cada dia. Ao mesmo tempo a agitação das grandes cidades, falta de tempo e muitas vezes medo da violência e picaretagem existentes nas grandes capitais, faz com que o proprietário de uma moto usada tenha preocupações extras na hora de vender sua moto ou comprar uma nova.

O particular que pretende vender sua moto deve ficar atento para receber os potenciais compradores de sua moto. Escolher um lugar público, com movimento e segurança para mostrar a moto é o primeiro passo. Na hora da transação é preciso adquirir certa confiança no comprador (e este no vendedor) para ter o ciclo completo. Em geral o comprador efetua o deposito mediante um recibo simples de compra e venda (feito pelo computador) com os dados dos envolvidos e do bem, e quando confirmado o depósito ambos vão ao cartório para a assinatura do documento de transferência.

Uma boa saída para fugir dessas preocupações é o sistema de consignação oferecido pelos lojistas. Em troca de um comissionamento, o proprietário leva sua moto até uma loja de sua confiança para que a moto fique em exposição, seja anunciada em diversas mídias e deixa a negociação toda feita por profissionais do ramo. Já para os compradores, as lojas em geral oferecem garantia de procedência, garantia de motor e cambio por 3 meses (alguns oferecem até mais) e a segurança de poder encontrar o vendedor para esclarecimento de dúvidas que possam surgir.

Existe ainda a dança dos preços. Claro, o dono de um bem sempre acha que o seu vale mais, e com razão! O sentimento pelo bem é sempre embutido no preço das máquinas e causa diferenças em relação às tabelas de preços existentes, causando maus entendidos e surpresas na hora da negociação. As tabelas de preços são elaboradas por empresas idôneas e que montam suas tabelas baseadas em pesquisas de mercado junto aos lojistas, portanto, são as melhores referências para a negociação. Dependendo do estado e conservação das motos, é justificada uma pequena variação.

Enfim, na hora de comprar ou vender sua moto, previna-se e certifique-se da procedência que certamente que você pode encontrar em todas nas ofertas das lojas clientes do MOTO.com.br.

Bons negócios!

Aquele abraço,


Equipe Moto.com.br