Wellington Garcia dá show de pilotagem

Debaixo de muita chuva na segunda etapa, piloto volta para casa com a liderança da categoria Pro.

Por André Jordão

Com muita técnica e vontade, Wellington Garcia (equipe Honda/ASW) conquistou a segunda etapa do Arena Cross 2009, realizada neste sábado, em São José, Santa Catarina. O evento foi marcado pela forte chuva e muita lama na pista. Com a vitória, o piloto goiano assumiu a liderança da categoria Pro e ainda levou para casa o prêmio de quatro mil reais.

Os vencedores das outras baterias foram Hector Assunção (Team Honda, categoria Júnior), Pepê Bueno (Castelo Works, 65cc) e Enzo Lopes (Freeday, 50cc). Por conta das condições do circuito, a organização decidiu não realizar a segunda corrida da Pro, além da bateria da 85cc.

“A prova foi bem mais difícil que o treino. A pista estava muito escorregadia. Mas consegui largar na frente e conquistei um importante resultado”, disse Wellington. Em segundo lugar na Pro ficou o catarinense Pipo Castro, da equipe 2B Racing, seguido de Marcello Lima “Ratinho” (Honda/Mobil).

Os pilotos enfrentaram uma pista cheia de surpresas em função da grande quantidade de lama. Wellington Garcia estava em uma noite inspirada: largou na frente, chegou a perder a primeira colocação para Jean Ramos, mas se recuperou e manteve a liderança ao cruzar a linha de chegada, somando mais vinte pontos para sua equipe.

O resultado final da categoria Pro foi decidido em apenas uma bateria. Por conta da forte chuva e da grande dificuldade de pilotagem, Carlinhos Romagnolli, diretor da Carlinhos Romagnolli Promoções e Eventos, empresa que realiza o Arena Cross, se reuniu com os diretores de prova e decidiu cancelar a segunda bateria da classe, que uniu os pilotos das antigas MX1 e MX2. Já a categoria 85cc os organizadores vão decidir se a prova irá acontecer em outra etapa.

Além do show proporcionado pelos melhores pilotos do motocross nacional, o público catarinense contou com uma animação extra. O locutor Zezito agitou o campeonato empolgando as mais de cinco mil pessoas, que mesmo debaixo de muita chuva compareceram ao evento enchendo as arquibancadas.

Catarinenses - Os três pilotos catarinenses que correram em casa fizeram bonito. Na categoria Pro, Pipo Castro ficou em segundo lugar – mesma colocação de Gabriel Gentil na Júnior, seguido de João Paulo Feltz. Apenas Hallex Dalfovo que ainda não conseguiu estrear no Arena Cross. O piloto não pode competir na primeira etapa em São Manuel, e desta fez sua categoria foi cancelada.

Djalma Vando Berges, prefeito de São José, deu seu discurso no Arena Cross. “Foi um grande espetáculo. Mesmo com a forte chuva o público compareceu. A prefeitura de São José estará sempre apoiando o Arena Cross”, disse.

Júnior – Na base da raça os pilotos proporcionaram a bateria mais eletrizante da segunda etapa. Os pilotos Hector Assunção, Gabriel Gentil e João Paulo Feltz disputaram o troféu da categoria volta a volta. Mas ao final da prova Hector Assunção conseguiu superar seus adversários e venceu a corrida. “Consegui manter o ritmo e andar redondo. Superei os obstáculos em uma pista muito difícil e estou muito feliz com o resultado”, disse o paulista.

Na segunda colocação ficou Gabriel Gentil. “Foi a prova mais difícil que corri. Caí três vezes, mas graças a Deus estou bem. Estou feliz por ter conquistado esse resultado”, disse o piloto. Já na terceira colocação ficou João Paulo Feltz. “Dei meu melhor e conseguiu um ótimo resultado em casa”, observou.

65cc – A 65cc foi a segunda categoria a entrar na arena. Os pilotos estavam com muita vontade. Pepê Bueno conseguiu uma melhor pilotagem e conquistou a vitória. O piloto comemorou muito após cruzar a linha de chegada. João Gabriel ficou em segundo, seguido de Victor Monnerat.

50cc – Com idade entre cinco e nove anos, os jovens pilotos fizeram bonito na arena. Quem se deu melhor foi Enzo Lopes. O piloto, que começou a andar de moto aos tres anos de idade, fez uma boa prova e levou o troféu para casa. Enzo havia vencido a primeira etapa em São Manuel (SP). Agora com esse resultado, lidera o campeonato com 40 pontos. “Venci as duas etapas, estou muito satisfeito com as vitórias”, comemorou o piloto.

Disputa por equipes – Com os resultados desta etapa, a equipe Honda/ASW passou a liderar o campeonato com 78 pontos na classificação geral, superando a Honda/Pirelli, com 64 pontos. Em terceiro está a Honda/Mobil, com 55. Em seguida vem a Suzuki/Petrobras com 54. Esta disputa é válida apenas para a categoria Pro. As equipes são formadas por dois pilotos que somam pontos individualmente para sua equipe. O time campeão será decidido através de pontos, ou seja, a equipe que somar a maior pontuação ao final da temporada será a grande campeã do Arena Cross 2009.

A terceira etapa do Arena Cross está marcada para o dia 20 de junho, em São Sebastião, São Paulo.

Resultados:

Pro
1) Wellington Garcia (Honda/ASW)
2) Pipo Castro (2B Racing)
3) Marcelo Lima (Honda/Mobil)
4) Jean Carlo Ramos (Honda/Pirelli)
5) Douglas Parise (KTM/Red Nose)

Júnior
1) Hector Assunção (Honda)
2) Gabriel Gentil (KTM)
3) João Paulo Feltz (Privado)
4) Sérgio Monteiro (Academia)
5) Rodrigo Rodrigues (ASW)

65cc
1) Pepê Bueno (Castello Works)
2) João Gabriel Micheli (Posto Solon)
3) Victor Monnerat (Stam Fechaduras)
4) Hugo Eve (Privado)
5) Luciano Oriano Junio (Privado)

50cc
1) Enzo Lopes (Freeday)
2) Carlinhos Evangelista (Brasil Racing)
3) Guilherme Grassi Rodrigues (GPC Veículos)
4) Artur Todeschini (Expresso Sul)
5) Wagner da Silva (Bela Vista)

Disputa por equipes
1) Honda/ASW – 78 pontos
2) Honda/Pirelli – 64
3) Honda/Mobil – 54 – Suzuki/Petrobras - 54
5) KTM/Red Nose - 48
6) 2B Racing - 44
7) MX Parts/Rede Farma Total - 18


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br