Sertões aprimora trabalho de ação social

Projeto começará junto com a maior prova off-road das Américas, no dia 8, em Goiânia.

Por Leandro Alvares

O trabalho de ação social do Rally dos Sertões terá, na edição deste ano do evento, uma nova logística para atender melhor às milhares de pessoas beneficiadas com a passagem dos veículos.

“Procuramos fazer um trajeto mais linear que o da competição”, contou Luis Salvatore, diretor de projetos do Instituto Brasil Solidário, organização sem fins lucrativos que dirige o projeto social.

“Isso vai permitir um melhor transporte dos nossos equipamentos em viagens noturnas. Nós sempre viajamos à noite para trabalhar ao longo do dia seguinte”, acrescentou.

O trabalho prevê atendimentos clínicos e odontológicos, testes de diabetes, aferimento de pressão arterial, exames de vista e montagem de farmácia. Haverá também ações escolares e educativas como oficina de pintura com material reciclado, montagem de bibliotecas, oficina de comunicação, entrega de kits e programas para tirar dúvidas sobre meio ambiente.

A ação social atenderá ainda regiões periféricas ao rally, como a cidade baiana de Canudos, que não será sede de nenhuma parada da competição. “É um lugar bem carente, que já conhecemos bem”, destacou Salvatore. “Outro destaque desta logística será a região do Jalapão. Vamos com força total para dois municípios, Ponte Alta e Mateiros, no Tocantins. Eles nunca receberam tamanhos benefícios”.

São Raimundo, no Piauí, e Lençóis, na Bahia, receberão a ação social do Rally dos Sertões depois da passagem dos carros, caminhões, motos e quadriciclos. Enquanto o comboio estiver em Lençóis, seguindo para Senhor do Bonfim (BA), as cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) serão visitadas pela iniciativa. 

A ação social começará junto com a maior prova off-road das Américas, no dia 8 de agosto, em Goiânia.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br