Roubo de moto no Dakar

GPS ajudou a polícia portuguesa na recuperação da KTM do piloto Ali Machlab.

Por Leandro Alvares

Um episódio inusitado marcou o segundo dia do Rally Dakar, na categoria motos. Ali Machlab, espanhol de origem libanesa, teve sua motocicleta roubada em Portugal, na manhã do domingo.

Após ter sofrido uma queda na etapa de abertura da competição, o piloto foi levado a um hospital da cidade de Portimão, onde os médicos tiraram uma radiografia do joelho machucado. Quando retornou ao local do acidente, não encontrou a máquina de duas rodas.

A alegria dos ladrões, no entanto, durou pouco tempo, afinal todos os veículos participantes da prova foram equipados com um GPS, sistema de localização via satélite, que foi acionado pela polícia lusitana ao ser informada do incidente.

Com a recuperação da KTM, encontrada por cinco policiais nas ruínas de Portimão, Machlab pôde retornar à disputa e conseguiu completar o trajeto até Málaga, na Espanha.

Apesar da determinação, o corredor decidiu abandonar o rali, motivado por fortes dores no joelho que, segundo os exames, apresentou lesão em um dos seus ligamentos.

Até o momento, nenhum envolvido com o roubo foi preso.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br