RALLY DOS SERTÕES JÁ PENSA EM 2007

Segundo os organizadores, a largada do próximo ano não acontecerá em Goiânia.

Por Thiago Fuganti

Mal terminada a festa de encerramento da edição 2006 do Rally dos Sertões, os organizadores da prova já começam a falar sobre os preparativos para a temporada seguinte, que marcará a comemoração dos 15 anos da maior aventura off-road da América Latina.

“Há três meses nós estamos pensando em como será o próximo Sertões”, revelou Simone Palladino, diretora executiva da Dunas Race. “Daqui dez dias vamos começar o planejamento do roteiro. O que podemos adiantar é que a largada vai mudar de lugar e não será mais em Goiânia”, antecipou.

Marcos Ermírio de Moraes, outro dirigente da Dunas, ficou feliz com a harmonia encontrada na equipe que produziu o rali. “Todas as áreas funcionaram muito bem, fiquei muito feliz com o roteiro, que apresentou uma série de trechos novos, com um piso que proporcionou um ritmo importante”, afirmou.

“Tenho certeza de que os pilotos saem com uma boa visão daqui, principalmente os estrangeiros. A competitividade fez com que a vitória terminasse nas mãos de quem armou a melhor estratégia”, acrescentou Moraes.

A última entrevista coletiva do Sertões, realizada no fim de semana, contou também com a presença de todos os campeões do evento: Carlos Collet (quadriciclos), João Franciosi / Rafael Capoani (carros), Amable Barrasa (caminhões), Cyril Despres (motos), Roque Veviurka / Alberto Minski (regularidade graduados), Silnei Francheschi / Agda Arsuffi (regularidade turismo). A mesa recebeu ainda o piloto Paulo Polido, deficiente físico que correu entre os carros, Jânio Natal, prefeito de Porto Seguro, e Miguel Balejo, vice-prefeito de Porto Seguro.

“Para a nossa cidade, a presença do Rally dos Sertões é muito importante e faremos o possível para que o evento volte para cá”, afirmou o prefeito de Porto Seguro, Jânio Natal. Simone Palladino garantiu que há um enorme interesse por parte da organização de preservar Porto Seguro como o ponto de chegada do comboio.

“Nosso objetivo agora é trazer também o Mundial de carros, porque nas motos isso tem sido um sucesso. O que vai nos ajudar demais é a própria propaganda dos pilotos, que vêm para cá e adoram”, completou.

Neste ano, o Rally dos Sertões foi disputado entre 26 de julho e 4 de agosto, totalizando 3.878 quilômetros pelos Estados de Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí, Minas Gerais e Bahia; em nove dias de muitos desafios e intensa disputa pelas vitórias.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br