RALLY BOLPEBRA COMEÇA NO ACRE

Largada aconteceu na manhã desta quarta-feira. Vencedores serão conhecidos no sábado.

Por Leandro Alvares

Às 5h30 desta quarta-feira, em frente ao Palácio Rio Branco, na capital do Acre, teve início a quinta edição de uma das provas off-road mais desafiadoras da América Latina, o Rally Internacional Bolpebra. A competição não tem esse nome por acaso, já que reúne as letras iniciais dos países por onde a aventura irá passar: Bolívia, Peru e Brasil.

Exclusivo para motos, o evento é válido como etapa do Campeonato Brasileiro de Rali e tem 1700 quilômetros de percurso por florestas, rios e precipícios, com altitudes de mais de 4750 metros acima do nível do mar.

A chegada do  comboio ao destino final será no sábado, na Praça de Armas de Cuzco, no Peru, capital Inca. Estão confirmados mais de 40 pilotos, entre eles Jean Azevedo e Dimas Mattos.

As atividades já tiveram início na terça-feira, com credenciamento das motos, prólogo e largada promocional, que aconteceu às 19h no Mercado Velho. A partir de hoje, o Bolpebra trará aos participantes um pouco da história da região, tanto que estão no roteiro a passagem por caminhos como o da Revolução Acreana e o de Chico Mendes, na Floresta Amazônica.

Além disso, os desafios naturais serão constantes, principalmente após o terceiro dia de disputa, quando a competição exigirá muita habilidade e perícia dos pilotos em função das grandes altitudes. O caminho até Cuzco tem relevo acidentado, estradas estreitas e cheia de curvas e profundos precipícios.

No último dia de prova, os pilotos conhecerão o santuário de Huallahualla, o ponto mais alto do rali (4.785 metros acima do nível do mar). Na seqüência, descerão rumo à cidade de Urcos e depois para Cuzco, onde uma grande festa com música peruana receberá os competidores na Praça de Armas, patrimônio da humanidade.

O Campeonato Brasileiro começou com o Rally Internacional do Sertões, em agosto, entre Goiás e Bahia, que possui peso dois na disputa por ser a prova mais longa. A seqüência do certame veio com o Rally RN 1500, em setembro, no Rio Grande do Norte. O Rally dos Amigos (2 e 3 de dezembro) irá fechar a disputa no interior paulista.

As categorias são: Marathon (motos trail nacionais de até 700cc 2 e 4T e trail importadas de até 450cc 2 e 4T), Production (motos de enduro e rali 2T até 380cc ou 4T até 700cc), Super Production (motos de enduro, cross, rali e protótipos a partir de 125cc com preparação livre, desde que possuam sistema de iluminação com geração própria de luz), Brasil (motos nacionais de trail e enduro até 450cc 2 e 4T) e Quadriciclos (quadriciclos a partir de 125cc com preparação livre, desde que possuam sistema de iluminação com geração própria de luz).

Mais informações sobre o Bolpebra  estão disponíveis no site oficial do evento (www.rallybolpebra.com).

Confira o roteiro do Rally Bolpebra:
 
1ª Etapa: Largada em Rio Branco (BRA) até Cobija (BO) - 450 km.
2ª Etapa: De Cobija o rali volta a passar no Brasil, com trechos da Selva Amazônica e termina o dia em Puerto Maldonado (PE) - 690 km.
3ª Etapa: Puerto Maldonado (PE) até Vila de Quincemil (PE), onde o rali ficará acampado partindo no dia seguinte - 300 km.
4ª Etapa: Vila Quincemil (PE) para cidade histórica dos Incas, em Cuzco (PE) - 400 km.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br