QUATRO VEZES CARMICHAEL

Piloto da Suzuki vence em Atlanta, mas cai para terceiro na classificação do AMA.

Por Thiago Fuganti

O último fim de semana do mês de fevereiro foi de desforra para Ricky Carmichael. Penalizado pela organização do AMA Supercross por conta de ter usado combustível ilegal na prova de San Diego, o atual campeão do evento norte-americano desbancou os rivais e venceu a oitava etapa do ano, realizada com público recorde em Atlanta.

A cidade dos Jogos Olímpicos de 1996 foi povoada pelos fãs da eletrizante competição das duas rodas. Foram registradas 70.133 pessoas na arena do Ginásio de Geórgia, o palco de um pega bastante acirrado entre os três primeiros colocados da classificação.

Com 25 pontos descontados no certame, Carmichael largou em sétimo, mas desde a largada impôs um ritmo forte, deixando claro o seu desejo pela conquista da quarta vitória em 2006. Na 11ª passagem, já estava emparelhado com Chad Reed, que foi ignorado pelo americano da Suzuki.

“Eu e minha equipe fomos jogados contra a parede com essa decisão dos organizadores, mas não ficamos abatidos. Vou tentar vencer todas as corridas restantes e buscar uma nova mudança de cenário”, desabafou Carmichael.

Vencedor da corrida de Saint Louis, Reed não fez questão de segurar o ímpeto do adversário. Afinal, com a pena imposta a Carmichael, o piloto da Yamaha ficou com uma boa folga na liderança do campeonato, com 171 pontos. James Stewart, que terminou em terceiro em Atlanta, ocupa a vice-liderança com 152.

Ricky aparece somente no terceiro posto, com 140 pontos. A notícia de sua punição foi dada na última sexta-feira, após a divulgação do resultado de uma análise na gasolina utilizada pelos competidores na sexta prova do AMA. A amostra coletada na Suzuki de Carmichael apresentou nível de chumbo superior ao permitido.

A montadora japonesa, assim como o campeão de 2005, mostrou-se indignada com a decisão dos dirigentes e anunciou que irá lutar na justiça desportiva para reverter a penalidade — Carmichael, na ira do momento em que soube da punição, Carmichael chegou a pensar em abandonar a temporada.

O próximo local de adrenalina do AMA será a cidade de Indianápolis. A batalha pelas primeiras posições está agendada para a noite de sábado. “Eu gosto desta prova e estou motivado a me manter na frente do campeonato”, disse Chad Reed.

Ainda desapontado com a pena, Carmichael espera contar com a sorte e o azar dos rivais. “Irei observar o comportamento do Reed e do Stewart, já que passo a correr por fora na luta pelo título. Mas como havia dito, meu alvo é a vitória”, resumiu.


Resultado de Atlanta:

1) Ricky Carmichael (Suzuki)
2) Chad Reed (Yamaha)
3) James Stewart (Kawasaki)
4) Ivan Tedesco (Suzuki)
5) Ernesto Fonseca (Honda)
6) Michael Byrne (Kawasaki)
7) Nicholas Wey (Honda)
8) Mike LaRocco (Honda)
9) Ryan Clark (Honda)
10) Travis Preston (Honda)

Classificação:
1) Chad Reed, 171 pontos
2) James Stewart, 152
3) Ricky Carmichael, 140
4) Ivan Tedesco, 126
5) Michael Byrne, 118
6) Nicholas Wey, 117
7) Ernesto Fonseca, 110
8) Mike LaRocco, 108
9) Travis Preston, 90
10) Jeremy McGrath, 67


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br