Pirelli invencível no Mundial de CrossCountry

Motocicletas com os pneus desenvolvidos para competições off-road venceram todas as etapas do campeonato 2009.

Por Roberto Brandão

Motocicletas e pilotos equipados com pneus para competições off-road da Pirelli venceram todas as seis etapas do Campeonato Mundial de Rally Cross-Contry 2009, organizado pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM). As provas foram disputadas em três continentes, com grande variação de superfícies, mas o equipamento da Pirelli superou todos os desafios e colaborou no ótimo desempenho dos campeões. Cyril Despres, Marc Coma e José Hélio utilizaram o SCORPION RALLY desenvolvido especialmente para competições.

 “Nós não poderíamos esperar resultados melhores. A Pirelli agradece a todos os pilotos e equipes que acreditaram que poderíamos produzir um pneu de rally vencedor e confiaram no nosso equipamento”, diz Marcelo Natalini, diretor da unidade de negócios Moto da Pirelli.

A primeira prova do campeonato mundial 2009 foi o Desafio do Deserto de Abu Dhabi, disputado em março nos Emirados Árabes Unidos, que foi vencida pelo espanhol Marc Coma (KTM). O francês Cyril Despres (também KTM) foi o vice-campeão da prova. Já na segunda competição do circuito - o Rally da Tunísia, disputado no início de maio no país africano -, as posições se inverteram: o campeão foi Despres, com Coma em segundo lugar. Na terceira etapa, o Rally da Sardenha, disputado no final de maio na Itália, novamente o vencedor foi o francês, que desta forma assumiu a liderança do mundial. Nesta etapa o piloto espanhol sofreu um grave acidente, que o afastou das competições por alguns meses.

A quarta prova do calendário foi o 17º Rally Internacional dos Sertões, realizado no Brasil entre o final de junho e início de julho. Desta vez o vencedor foi o brasileiro Zé Hélio (Honda), que se tornou pentacampeão da prova. A quinta e penúltima etapa foi disputada no Egito, em outubro. O Rally dos Faraós foi vencido por Despres, que desta forma garantiu antecipadamente o título mundial. A última prova do ano foi o Rally do Marrocos, disputada em novembro, no qual as motocicletas e os equipamentos tiveram de atravessar as areias do Deserto do Saara. A prova marcou a volta de Marc Coma, que - recuperado do acidente - conquistou o primeiro lugar do pódio.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br