Paulo Stedile sofre fratura e está fora da temporada 2013

Piloto paranaense fraturou o fêmur durante treino da pré- temporada e ficará fora das pistas por seis meses

Por Paulo Souza

O piloto paranaense Paulo Stedile se acidentou durante os treinamentos para a temporada 2013. A queda ocasionou uma fratura no fêmur direito e o piloto ficará afastado das pistas aproximadamente por seis meses, de acordo com os médicos.

Stedile passou por cirurgia; uma haste que vai da bacia ao joelho foi implantada por dentro do osso. “Já se passaram 33 dias de cadeia”, diz ele as gargalhadas. O atleta que representa a Pro Tork Racing Team faz sessões de fisioterapia e acupuntura, além de investir em medicamentos para calcificação.

 “Vou fazer tudo o que eu puder para subir o mais rápido possível em minha moto. Quero estar presente nas etapas finais dos nacionais de Velocross e Cross-Country, campeonatos para os quais eu vinha me preparando no início do ano. O doutor vai se surpreender com meu poder de recuperação”, brinca.

Paulo é natural de Curitiba, tem 32 anos, sendo 20 deles dedicados ao esporte. Ele é o piloto com o maior número de títulos brasileiros em diferentes modalidades dentro do motociclismo: Motocross, Supercross, Supermoto, Cross-Country e Velocross. Uma carreira de sucesso marcada também por inúmeros acidentes, como o que sofreu em 2003, levando três anos para voltar a andar de moto.

Alegrias e tristezas comuns na vida de um atleta garante ele. “Já tive lesão nas vértebras, na medula e no pulmão, já tive problemas com ligamentos, já quebrei braço, perna, etc. Eu não sei se tenho azar, se arrisco demais, mas todo piloto lida com essas dificuldades. No fim das contas, a paixão pelas duas rodas fala sempre mais alto. Podem esperar que logo estou de volta”, exalta.

Foto: Valdinei Caetano/Divulgação


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br