NOVOS LÍDERES NO BRAS. DE CROSS

Em Cianorte, categorias MX1 e 65cc têm reviravolta na tabela de classificação.

Por Thiago Fuganti

Quem disse que o frio e a garoa espantam os amantes das competições off-road de motocicletas? Neste domingo, inúmeros torcedores não se abateram pelas condições climáticas e rechearam as arquibancadas da pista de 1.500m de Cianorte, Paraná, o palco da quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross.

Para se esquentar, o público teve como recompensa uma série de pegas calorosos entre os 152 pilotos inscritos, que se dividiram nas cinco categorias do certame: MX1, MX2, MX3, 85cc e 65cc.

Dos confrontos, o mais emocionante foi visto na MX2, no duelo entre Marcello Ferreira de Lima e Leandro Silva. Leandro largou melhor e assumiu a ponta. Lima, por sua vez, saiu da quarta posição e continuou acelerando forte até encostar no adversário.

A briga continuou por quase 10 minutos até Leandro cometer um erro e quase cair. Foi neste momento que Lima deu o bote e fez a ultrapassagem, mantendo a posição até a bandeirada final. Apesar da derrota, Leandro marcou 20 pontos com o segundo lugar e disparou na liderança do campeonato, chegando a 110 pontos. Lima é o vice, com 86.

Na MX1, João Paulino da Silva, o Marronzinho, conquistou a vitória e passou a ser o novo líder da classe, com 99 pontos. A escalada na classificação deveu-se mais à ausência de Antônio Jorge Balbi Jr., que optou por competir neste fim de semana em mais uma prova do AMA Motocross, nos EUA.

Esta foi a segunda corrida não disputada pelo mineiro no ano. Como conseqüência, ele caiu para o terceiro posto da tabela, ficando também atrás de Roosevelt de Freitas, segundo colocado em Cianorte.

No páreo da MX3, Milton Becker venceu mais uma e alcançou a marca de 106 pontos. Nico Rocha, segundo colocado, ocupa a vice-liderança, com 90, seguido por Alexandro Martins (69).

Entre os novatos das 85cc, a vitória ficou com Hector Assunção, quinto colocado na temporada. O líder, Eduardo Ferreira Lima, não andou bem na rodada, tendo de se contentar com o quarto posto.

Nas 65cc, assim como na MX1, houve troca de posição entre os líderes do torneio. Daniel Guelman, vencedor no Paraná, pulou do segundo para o topo da tabela, superando Cezar Zamboni em apenas três pontos (68 a 65).
 
A sexta etapa do Brasileiro de Motocross será realizada entre os dias 2 e 3 de setembro  em Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte.

Confira os resultados em Cianorte:

65cc
1) Daniel Guelman
2) Everaldo Rodrigues
3) Cezar Zamboni
4) Caio Ferreira
5) Endrews Armstrong

85cc
1) Hector Assunção
2) Gabriel Gentil
3) Rodrigo Rodrigues
4) Eduardo Ferreira
5) Gabriel Montenegro

MX1
1) João Paulino da Silva
2) Roosevelt de Freitas
3) Massoud Nassar
4) Kristofer Castro
5) Douglas Parise

MX2
1) Marcelo Ferreira de Lima
2) Leandro Silva
3) Wellington Garcia
4) Jean Carlo Ramos
5) Rafael da Silva Faria

MX3
1) Milton Becker
2) Nico Rocha
3) Leonardo Muller
4) Alexandro Martins
5) Marcelo Silvério


Classificação:


65cc

1) Daniel Guelman, 68 pontos
2) Cezar Zamboni, 65
3) Everaldo Rodrigues, 60
4) Marcos Holtman, 44
5) Endrews Armstrong, 43

85cc
1) Eduardo Ferreira Lima, 98 pontos
2) Rodrigo Rodrigues, 89
3) Gabriel Gentil, 69
4) Gabriel Montenegro, 50
5) Hector Assunção, 46

MX1

1) João Paulino da Silva, 99 pontos
2) Roosevelt de Freitas, 76
3) Jorge Balbi, 75
4) Douglas Parise, 67
5) Massoud Nassar, 49

MX2
1) Leandro Silva, 110 pontos
2) Marcello Ferreira de Lima, 86
3) Wellington Garcia, 68
4) Lucas Moraes, 56
5) Jean Carlo Ramos, 41

MX3
1) Milton Becker, 106 pontos
2) Nico Rocha, 90
3) Alexandro Martins, 69
4) Leonardo Muller, 63
5) Mario Teixeira, 39


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br