Nova Yamaha de motocross é conectada ao smartphone

A Yamaha apresentou recentemente a renovada YZ 450F modelo 2018. Além da novidade da partida elétrica, a máquina de motocross traz o primeiro aplicativo para smartphone de afinação do motor em uma moto de série. Equipada com um novo propulsor quatro tempos com cilindro reverso (inclinado para trás), a nova YZ 450F promete uma conexão nunca vista entre o piloto e a moto.
 
Nascida nas pistas do Mundial de Motocross, a YZ 450F 2018 representa uma nova era de tecnologia de corrida, garante a marca japonesa. Afinal, o ajuste fino no motor poderá ser feito de forma rápida e fácil usando a tela de um smartphone, com sistema iOS ou Android

Batizado de Yamaha Power Tuner App, o aplicativo permite que o piloto faça mapeamento rápido e fácil da alimentação e da ignição, ajustando o desempenho do motor de acordo com a pista, o terreno ou o estilo de pilotagem de cada um. Tudo por conexão wireless entre o smartphone e a moto, que conta com uma central de comunicação.

Além de ajustar o mapeamento do motor, o app possibilita que o piloto compartilhe o “set-up” da moto com companheiros de equipe e amigos. 



Partida fácil
Outra boa notícia para os pilotos de motocross é que a nova YZ 450F ganhou sistema de partida elétrica. O compacto motor de partida é alimentado por bateria de íons de lítio, como um smartphone, para reduzir sensivelmente o peso do conjunto.

O motor de cilindro reverso, ou seja, inclinado para trás, também recebeu alterações. Foi reposicionado no quadro para melhorar a distribuição de peso entre os eixos. O cabeçote e os ressaltos do comando de válvulas foram redesenhados. Tudo para garantir a potência extra dos motores de 450cc, porém com mais controle. Os pistões receberam um tratamento especial DLC (Diamond-like-carbon) para serem mais resistentes e um novo corpo de aceleração Mikuni de 44 mm

A nova YZ 450F chega às lojas europeias em agosto. A Yamaha comercializa as motos profissionais de off-road no País, mas apenas sob encomenda. Ainda não há previsão de quando a “conectada” máquina de motocross estará disponível no Brasil.

Fotos: Divulgação



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br