Nate Adams venceu o Mundial de Freestyle

Americano triunfa na quinta e última etapa do Red Bull X-Fighters 2009 diante de 17 mil pessoas em Londres.

Por Roberto Brandão

O piloto americano Nate Adams fez jus ao seu apelido – “The Destroyer”, ou “O Destruidor” – demolindo a concorrência na quinta e última etapa do Red Bull X-Fighters, o circuito mundial de motocross freestyle, disputada na noite desse sábado, em Londres.

Diante de 17 mil pessoas na pista especialmente montada na Battersea Power Station (usina termelétrica desativada que é um dos ícones da arquitetura industrial europeia), Adams superou na finalíssima a surpresa Levi Sherwood, piloto neozelandês de apenas 17 anos.

O “Destruidor” competiu tranqüilo na final, pois chegou à disputa já com o título da temporada 2009 garantido, após as eliminações prematuras dos três rivais que ainda possuíam chances no campeonato. O japonês Eigo Sato foi derrotado logo nas quartas-de-final, diante de Sherwood, e o suíço Mat Rebeaud levou um tombo forte e abandonou sua disputa contra o australiano Robbie Maddison, também nas quartas. Rebeaud não se feriu gravemente.

Nas semis, somente Maddison poderia tirar o campeonato de Adams, em um confronto direto que serviu como decisão antecipada da taça. O australiano, contudo, falhou em um de seus saltos – o chamado “Dead Sailor”, nome dado para o salto em que o piloto não executa nenhuma manobra – e perdeu para Adams em decisão unânime dos juízes.

Sherwood, por sua vez, passou pelo espanhol Dany Torres na outra semi exibindo a flexibilidade que lhe rendeu o apelido “Garoto de Borracha”. Mas o vigor de Sherwood não fez frente à ousadia de Adams na grande final, com destaque para o “360 Heelclicker” (salto mortal para trás com a moto fora do eixo vertical em que o piloto toca os calcanhares à frente do guidão), manobra que somente o americano executa no Red Bull X-Fighters.

“Foi uma temporada incrível para mim; consegui desenvolver novas manobras e não sofri uma lesão sequer o ano todo”, disse Adams, que havia vencido anteriormente na etapa do Texas, em junho. “Bem diferente do ano passado, que foi uma sequência de azar e tombos para mim. Realmente minha sorte virou – ganhar o título vencendo a etapa final é mais especial ainda”.

A final londrina contou com um tempero brasileiro: o capixaba Murilo Pitol assistiu ao evento como convidado especial, parte da premiação por haver conquistado o terceiro lugar no Red Bull Street Style, o mundial de futebol freestyle, disputado ano passado em São Paulo.


RESULTADO FINAL – RED BULL X-FIGHTERS LONDRES:

1. Nate Adams (EUA)
2. Levi Sherwood (NZL)
3. Dany Torres (ESP)
4. Robbie Maddison (AUS)
5. Jeremy Stenberg (EUA)
6. Mat Rebeaud (SUI)
7. Eigo Sato (JPN)
8. Mike Mason (USA)
9. André Villa (NOR)
10. Thomas Pagés (FRA)
11. Adam Jones (USA)
12. Chris Birch (GBR)


CLASSIFICAÇÃO FINAL – TEMPORADA 2009:
1. Nate Adams (EUA), 325 pontos
2. Robbie Maddison (AUS), 265
3. Eigo Sato (JAP), 245
4. Mat Rebeaud (SUI), 245
5. Dany Torres (ESP), 215


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br