Mundial de MX: Segurança é prioridade

Organizadores do Honda GP Brasil se reuniram com Secretário de Segurança Pública de SC.

Por André Jordão

Para garantir a tranquilidade e a segurança dos milhares de espectadores que são aguardados em Canelinha para a etapa final do Campeonato Mundial de Motocross, que acontece entre os dias 12 e 13 de setembro, os organizadores da competição realizaram no dia 12 deste mês, em Florianópolis uma série de reuniões com os órgãos responsáveis pela segurança.

O secretário da Infra Estrutura, Mauro Mariani, o presidente da Federação Catarinense de Motociclismo, Onílio Cidade Filho, e o gerente de novos negócios do Grupo Lance, Rafael Rocha, visitaram inicialmente o secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedet, que garantiu todo o aparato de segurança do Estado à disposição do evento. “Queremos mostrar para o mundo que Santa Catarina tem todas as condições de receber bem todos os visitantes e amantes do motociclismo. Tomara que não tenhamos nada de trabalho, mas temos que estar prontos para qualquer eventualidade”, disse Benedet.

Na reunião com o delegado e chefe da polícia civil, Maurício Eskudlark, o acolhimento foi o mesmo. Eskudlark já foi a Canelinha acompanhar uma prova do campeonato brasileiro de motocross e conhece a grandiosidade e a importância da competição.

“É sempre um evento tranquilo pelas pessoas que participam, mas Santa Catarina tem uma estrutura de primeiro mundo. Nós vamos colocar o que tem de melhor em questão de segurança, desde delegacia móvel, helicóptero da polícia, trabalho conjunto da Polícia Militar e da Polícia Civil. Qualquer eventualidade e necessidade da segurança, especialmente da Polícia Civil, nós teremos lá toda a estrutura de delegacia. A estrutura em termos de segurança, a cobertura, a proteção e a tranquilidade que o cidadão terá será total. O que nós temos de melhor em termos de segurança estará presente neste evento mundial de motociclismo”, comentou Eskudlark.

Os organizadores do Honda GP Brasil também visitaram os comandantes da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Eliésio Rodrigues, e da Polícia Rodoviária Estadual, tenente-coronel Paulo Ekke Moukarzel, que garantiram total apoio ao evento. “O encontro com os comandantes das Polícias Militar e Rodoviária de Santa Catarina foi também muito positivo. Fomos muito bem atendidos pelos dois comandantes, confirmando o total apoio que a polícia catarinense tem nos dado para a realização do Mundial”, disse o presidente da FCM, Onílio Cidade.

Durante a manhã do dia 13, os comandantes da 3ª Companhia de Polícia Militar de Tijucas, major Renato Moacir Bento, da 3ª Região de Polícia Militar, coronel José Lúcio Pires e do 12º Batalhão de Balneário Camboriú, tenente-coronel Cláudio Roberto Koglin, visitaram as obras do motódromo Arthur Jachowicz para ter conhecimento do local e adiantar a programação para a segurança do evento.

Os ingressos para a Grande Final do Mundial de Motocross já estão sendo comercializados por meio do site oficial do evento www.hondagpbrasil2009.com.br. O Honda GP do Brasil é patrocinado pela Honda, com o apoio do Governo do Estado de Santa Catarina. O evento é realizado pelo Grupo LANCE! em parceria com a Youthstream e supervisionado pela FIM-Federação Internacional de Motociclismo, Confederação Brasileira de Motociclismo e pela Federação Catarinense de Motociclismo.

Confira a tabela de preço completa de preços:

Arquibancadas Setor 1:
até 11/09: R$ 50,00
dias 12 e 13/09: R$ 75,00

Arquibancadas Setor 2:
até 11/09: R$ 50,00
dias 12 e 13/09: R$ 75,00

Arquibancadas cobertas (com acesso ao paddock):
até 11/09: R$120,00
dias 12 e 13/09: R$ 180,00

Área VIP (com acesso ao paddock e cathering):
até 11/09: R$ 500,00
dias 12 e 13/09: R$ 750,00


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br