Mulheres dominando o motocross

Parece que as mulheres também estão querendo dominar as pistas de motocross no mundo. Pelo menos é o que a entender a piloto alemã Stephanie Laier, da equipe KTM, na disputa do Campeonato Mundial Feminino de Motocross (WMX). Ela está dominando a competição em busca do quarto título.

Stephanie nasceu em 1985 e aos cinco anos de idade fez a sua primeira corrida de moto. Aos três anos já estava correndo de bicicleta. Agora, com 25, acumula os títulos de tricampeã do WMX (2005, 2009 e 2010) e também no AMA (American Motorcyclist Association), maior campeonato das Américas (2001, 2002 e 2003).

A piloto gosta de comida chinesa, de pasta italiana, ouve rap, música pop e se diverte no esqui aquático e pilotando karts. Nasceu em  Heidelberg e mora em Dielheim, na Alemanha.  Tem 1,74 m de altura e pesa 68 kg e é considerada a mais competente piloto de motocross da atualidade, favorita em todos os campeonatos que disputa.

No mundial deste ano a competição está bem acirrada, especialmente com entre Stephanie (213 pontos) e italiana Chiara Fontanesi (204), da Yamaha, e a alemã Larissa Papenmeier (172), também da KTM.

Stephanie vem de mais duas vitórias seguidas no mundial, em Castigilone de Lago, na Itália, e em Senkvice, na Eslováquia, quinta etapa, onde já alcançou uma pequena folga de 9 pontos na classificação do mundial. E larga de novo como favorita em Oreoha Vas, na Eslovênia, no próximo dia 17 de julho. A KTM domina também o Campeonato Mundial de Marcas no WMX.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br