Latino-Americano agita Rondônia

Segunda etapa do campeonato de motocross deve atrair cerca de 20 mil pessoas.

Por Leandro Alvares

A cidade de Espigão de Oeste, em Rondônia, situada a 534 quilômetros da capital Porto Velho, receberá neste final de semana a segunda e penúltima etapa do Campeonato Latino-Americano de Motocross.

O certame terá a presença de 36 pilotos, de cinco países. Além dos brasileiros, a penúltima prova da temporada terá competidores de República Dominicana, Equador, Peru e Venezuela, todos na categoria MX2.

“Queremos fazer uma competição de alto nível”, afirmou Reinaldo Selhorst, presidente da FMR (Federação de Motociclismo de Rondônia). “Estive em Cuenca, no Equador, para acompanhar a primeira prova, em maio, e pude analisar com calma o que realizar para que a etapa seja boa para público e pilotos”, destacou.

Serão duas baterias, de 30 minutos cada. Os dois brasileiros que correram e pontuaram em Cuenca, Rodrigo Selhorst e Marcelo Ferreira Lima, o Ratinho, confirmaram participação.

A entrada custará 20 reais, valor da cartela de bingo que dá direito ao motódromo. Ela pode ser comprada nos cerca de 20 postos de venda espalhados por Rondônia. “Esperamos de 15 a 20 mil pessoas”, completou o presidente da FMR.

Além das provas, o público poderá curtir no sábado a apresentação do DJ Marlboro, o “papa do funk”, sucesso na Europa e nos EUA. Estão previstos também shows de ultraleve, pára-quedismo e aviões acrobáticos. 

Depois da etapa de Espigão do Oeste, o Latino-Americano terá seu encerramento no fim de semana seguinte, no Acre.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br