JUCA BALA VENCE ESPECIAL

Cyril Despres já começa a administrar sua vantagem na liderança do Rally dos Sertões.

Por Thiago Fuganti

Depois de Tiago Fantozzi e Jean Azevedo, foi a vez de Juca Bala conquistar uma etapa do Rally dos Sertões 2006 para o Brasil. O bicampeão da prova off-road venceu ontem a especial baiana de Barra-Seabra, após completar os 152 km cronometrados em 1h50min27s. Francisco Lopez, do Chile, terminou em segundo, com desvantagem de pouco mais de um minuto para o brazuca.

“O dia hoje foi bom, venci a especial! Me senti em casa, pois a planilha estava perfeita e passamos por trechos com areia, bem travados e que exigiram muito da navegação. Agora a estratégia é manter a liderança da categoria e conquistar mais posições na geral”, afirmou Juca.

Na terceira posição, apareceu mais um representante de nosso país: Zé Hélio que, assim como Juca e o chileno Lopez, conseguiu seu melhor resultado na competição desde a largada do comboio, na semana passada.

A triste notícia para os brasileiros veio por parte de Fantozzi, que não foi liberado para participar depois de ter caído no final da etapa de ontem, quando fraturou a clavícula — ele chegou a insistir aos médicos para deixá-lo correr, mas não teve as súplicas atendidas, em prol da segurança.

Atual campeão do evento, Jean Azevedo obteve o quinto lugar no trajeto da Bahia, ficando atrás do francês David Casteu. “Hoje deu tudo errado. Perdi o banco da moto e os equipamentos de navegação não funcionaram”, resmungou o piloto, que já havia passado por apuros no trecho percorrido na segunda-feira, ao atropelar uma vaca. “Meu ombro ainda está doendo muito por causa da queda, e de pé fica pior ainda”, admitiu.

Na classificação geral, contudo, Jean é o melhor brasileiro. Ele ocupa a terceira posição, atrás dos franceses Cyril Despres e Casteu, respectivamente. Astro do rali Dakar, Despres foi o sexto colocado na terça-feira, deixando claro que já está administrando a vantagem possuída na liderança do Sertões — atualmente de 12min02s sobre o compatriota.

“Pilotei mais devagar de propósito, pois preciso cuidar da moto e do meu braço”, afirmou o piloto, que desde o início do ano reclama de dores no braço, em razão de um acidente. “A trilha tinha muitas pedras e erosões, então o melhor era me poupar para chegar bem no final do rali”, completou.

Resultado do sexto dia do rali:

1) Juca Bala (BRA/Yamaha), 1h50min27s
2) Francisco Lopez (CHI/KTM), a 1min04s
3) Zé Hélio (BRA/Suzuki), a 3min28s
4) David Castou (FRA/KTM), a 5min08s
5) Jean Azevedo (BRA/KTM), a 7min41s
6) Cyril Despres (FRA/KTM), a 7min55s

Classificação geral:
1) Cyril Despres (FRA/KTM), 19h22min11s
2) David Casteu (FRA/KTM), a 12min02s
3) Jean Azevedo (BRA/KTM), a 24min52s

4) Juca Bala (BRA/Yamaha), a 39min53s
5) José Hélio Rodrigues Filho (BRA/Suzuki), a 50min08s


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br