Joaninha fatura o bi na Copa Brasil de Motocross

Piloto brasileiro desbancou o oitavo melhor do mundo, Derek Burlew, por dez pontos.

Por Leandro Alvares

Ao favorito, o lugar mais alto do pódio. E de forma merecida, já que Gilmar Flores, o ilustre Joaninha, foi o grande destaque da Copa Brasil de Motocross Estilo Livre, disputada ontem na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O mato-grossense conquistou o bicampeonato consecutivo na competição de manobras radicais ao totalizar 216,5 pontos com suas acrobacias de tirar o fôlego. Uma das mais alucinantes, que realizou várias vezes, foi a do back flip, sua marca registrada.

“Graças a Deus consegui uma excelente volta. Quero agradecer a todos que estão sempre comigo e, principalmente, à minha família”, disse Joaninha, que ao término da prova literalmente enterrou a moto na areia, subiu no guidão e deu um mortal de costas em forma de comemoração. “O esporte vem crescendo muito. Quero buscar boas colocações aqui e também representar o Brasil lá fora”, acrescentou o piloto.

Apontado como o principal adversário do bicampeão para esta Copa, o norte-americano Derek Burlew ficou em segundo lugar, com 206,5 pontos. Na inédita disputa entre duplas, porém, o estadunidense levou a melhor sobre o brasileiro, tendo como parceiro o paulista Tatá Mello. Joaninha ficou em terceiro.

O motocross estilo livre começou a se desenvolver nos Estados Unidos em meados dos anos 1960, tornando-se uma modalidade extremamente popular. No Brasil, o pioneiro foi o paulista Jorge Negretti, a pessoa mais premiada do cross nacional e a principal referência no assunto.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br