JEAN VOLTA A PILOTAR EM MARÇO

Médico do piloto prolonga período de recuperação do acidente no Dakar.

Por Thiago Fuganti

Apesar de já se sentir apto para voltar ao comando de sua KTM, Jean Azevedo foi alertado pelo médico Fábio Augusto Caparrini para esperar um pouco mais. O brasileiro passou por uma consulta na última segunda-feira para saber se já estava totalmente recuperado do acidente sofrido no Rali Dakar 2006.

Mesmo com quatro semanas de descanso, o piloto foi aconselhado a retomar as atividades somente no mês de março, de acordo com sua assessoria de imprensa. “Melhorei muito. Já fui à academia e fiz alguns exercícios de bicicleta e para os membros superiores”, disse Azevedo, antes de consultar o médico-cirurgião.

O principal representante do Brasil na categoria motos do Dakar se recupera de três lesões: uma fratura no osso sacro (acima do cóccix, no final da coluna vertebral), uma contusão muscular leve na região da bacia e um rompimento do ligamento do dedo médio da mão esquerda. Todas sofridas no acidente do dia 13 de janeiro, na 13ª etapa do maior rally do mundo.

Quando retomar os trabalhos nas duas rodas, Azevedo irá se preparar para a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, marcada para o dia 14 de abril, em Tijucas, Santa Catarina.

Mas enquanto não pode guiar uma motoca, o piloto se diverte nos carros. Em São José dos Campos e Sumaré, Jean iniciou ontem os testes de um novo pneu da Pirelli, que foram instalados em um Peugeot 206.

O competidor da equipe Petrobras Lubrax também está de olho no Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade, competição que ele pretende disputar neste ano, na categoria N2, na qual foi vice-campeão na temporada de 2005. “Neste grupo, não podemos mudar o motor e o câmbio do automóvel, eles devem ser itens originais de fábrica”, explicou, deixando claro que os carros também o atrai.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br