ESPECIAL BAIANA NOS SERTÕES

Destino dos competidores nesta terça-feira será a cidade de Seabra.

Por Thiago Fuganti

6ª Etapa: Barra (BA) – Seabra (BA)
Deslocamento Inicial: 107 km
Trecho Especial: 152 km
Deslocamento Final: 53 km
Total: 312 km


Um início de etapa marcado por muitas pedras, subidas e descidas fortes. Em seguida, trechos de serra com calçamento bastante escorregadio, principalmente para as motos. Esse é apenas um aperitivo do que promete ser a especial desta terça-feira do Rally dos Sertões.

O comboio de motos, carros e caminhões irá se aventurar hoje pelo território baiano, saindo da cidade de Barra em direção a Seabra. “Em geral, a especial é um misto de cascalho e areia. Também é um local bastante habitado, e estamos fazendo um trabalho muito grande com a população local para que não aconteçam problemas”, afirmou Marcos Ermírio de Moraes, diretor da Dunas Race, organizadora da prova.

No total, o dia terá 312 km de percurso. Os primeiros 107 km serão de deslocamento, nos quais os pilotos atravessarão a balsa do rio São Francisco, seguindo para Gentil do Ouro. De lá, as feras começarão a acelerar para conseguir a vitória nos 152 km cronometrados.

Para apimentar ainda mais os confrontos, os corredores terão de encarar uma espécie de trial por uma estrada antiga — será, de acordo com os especialistas, um dos momentos mais interessantes da disputa.

Próximo ao fim do trajeto, a ordem geral será tirar o pé do acelerador, já que haverá quatro zonas de radar, com limite médio de 30 km/h. A emoção terminará um pouco antes de Seabra, onde será feito um abastecimento nas máquinas de duas rodas.

Em Seabra, pequena cidade que fica a 456 km de Salvador, os competidores encontrarão um clima seco e sub-úmido, com temperatura variando entre 21ºC e 25ºC. A vegetação característica é a caatinga e os principais rios da região são o Cocho, Tijuco, Prata e o Rio dos Riachos. Um local muito bonito, certamente.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br