Enduro da Independência: De Vitória (ES) a Ouro Preto (MG)

De 4 a 7 de setembro, prova de regularidade mais tradicional do país reproduzirá caminho de Dom Pedro II

Por Paulo Souza

Considerada a mais tradicional prova de enduro de regularidade do Brasil, o Enduro da Independência chega à 31ª edição com um trajeto inédito. De 4 a 7 de setembro, os pilotos vão percorrer a Rota Imperial São Pedro D’Alcântara, de Vitória (ES) até Ouro Preto (MG), caminho utilizado por Dom Pedro II em uma de suas viagens pelo interior do país.

Inscrições
As inscrições para todas as categorias do Enduro da Independência seguem abertas até o início da competição através do site www.tcmg.com.br. Quem se inscrever até o dia 20 de agosto paga uma taxa no valor de R$ 800,00. A partir desta data até 25 de agosto, os valores sobem para R$ 900,00. Daí até o dia da prova,serão aceitas inscrições com uma taxa de R$ 1.000,00.

Sobre a Rota Imperial
A Rota Imperial revive o caminho percorrido pelo imperador D. Pedro II quando esteve no Espírito Santo, em 1860, e se conecta à Estrada Real, que reúne antigos caminhos abertos pela Coroa Portuguesa para transportar as preciosidades de Minas Gerais para o Rio de Janeiro.

A Rota Imperial São Pedro D'Alcântara, ligando Vitória a Ouro Preto, passa por 31 municípios e tem a extensão de 575 quilômetros. Ela abrange 14 municípios no Espírito Santo e 17 no Estado de Minas Gerais. Do marco zero, em Vitória, o trecho segue por Cariacica, Viana, Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante, Castelo, Conceição do Castelo, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Iúna, Ibatiba, Ibitirama, Irupi e Muniz Freire.

Em Minas Gerais, a Rota Imperial segue pelas cidades de Martins Soares, Manhumirim, Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Luisburgo, São João do Manhuaçu, Santa Margarida, Pedra Bonita, Matipó, Abre Campo, Jequeri, Oratórios, Ponte Nova, Acaiaca, Barra Longa, Mariana e Ouro Preto.

Fotos: Paulo Souza


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br