Copa EFX Brasil: Luís Oliveira ganha mais uma etapa

Aconteceu no último domingo, dia 23 de julho, a quarta etapa da Copa EFX Brasil na pista Kalango Cego, em Itupeva (SP), com ótimas disputas. Na categoria Elite, a principal da competição, o português Luís Oliveira cumpriu os trechos cronometrados da prova em 42min23seg35 e manteve a excepcional sequência de vitórias. Invicto, o piloto da Honda Racing Enduro Team é o grande favorito ao título liderando a disputa também na Geral, considerando todas as classes.

Foram mais de 100 pilotos acelerando pelas trilhas da região no percurso de 25 quilômetros preparado pelo Adrenatrilha Trail Club. A passagem por dois circuitos da pista Kalango Cego, um de motocross e outro de velocross, foram  diferenciais das quatro voltas da corrida, com as especiais mescladas com trechos de mata fechada. A mistura de modalidades deixou a prova divertida e rendeu elogios dos participantes. Um terceiro trecho cronometrado, exclusivamente por trilhas, complementou os desafios que fizeram a prova ser uma das mais completas do calendário.

Com a vitória em Itupeva, Luís Oliveira garantiu uma condição bastante confortável na liderança da temporada. Em segundo lugar na Elite, exatamente um minuto atrás do companheiro de equipe, Júlio César Ferreira completou a dobradinha da Honda, assumindo a vice-liderança do campeonato enquanto Ronald Santi conquistou o terceiro degrau do pódio.



Para o chefe da equipe Honda, Felipe Zanol, o desempenho dos pilotos foi excelente. "O resultado foi ótimo, o Luís conseguiu a quarta vitória consecutiva e o Júlio terminou em segundo, o que também foi muito importante para a equipe. Uma pena foi o Gabriel (Soares, piloto da Júnior), devido uma lesão, ter feito somente a largada para poder se manter na disputa pelo campeonato. Mas estamos com o pensamento positivo para o final da temporada, para cumprir nossos objetivos. A Honda Racing Enduro Team foi criada este ano e tem superado as expectativas, espero que isso se mantenha nas próximas competições", destacou.

Vinícius Calafati, primeiro colocado na Júnior, conquistou o segundo lugar na Geral com o tempo de 42min57seg75. O resultado foi fundamental para a Sacramento Racing levar a primeira colocação na disputa por Equipes, somada às vitórias de Victor Miranda na E1 e Nielsen Bueno na E35. "A EFX sempre teve essa disputa por equipes que traz um atrativo a mais para o campeonato. Conseguimos a segunda vitória consecutiva e estamos na briga pelo título. Vamos para as etapas finais com o sonho de levar a Sacramento para o primeiro lugar", avaliou Nielsen, que além de pilotar acumula a função de chefe de equipe.   

Para o veterano, a disputa está cada vez mais acirrada. "Na E35 não está fácil. Eu consegui manter a invencibilidade, mas o resultado foi bem apertado. Você pode ver que estamos com tempos bem próximos dos primeiros na geral. Hoje consegui um ritmo legal, já que estou acostumado a treinar aqui no Kalango Cego e foi divertido, foi prazeroso de andar e deu tudo certo", completou o mineiro que superou Marcos Betencorte na disputa pelo primeiro lugar.



Para Fábio Simões, do Adrenatrilha Trail Club, é importante a Copa EFX sempre procurar inovações. "Continuamos investindo em novidades na Copa EFX Brasil. Hoje tivemos a transmissão ao vivo pelo perfil da Adrenatrilha no Facebook, com imagens gravadas por uma câmera e um drone direto da pista de motocross da primeira especial, além da cronometragem online com os resultados em tempo real. O público e as equipes também acompanharam por um telão montado ao lado do circuito. Enfim, a prova foi um sucesso e vamos trabalhar para as próximas", destacou. 

O organizador ainda revelou o local do próximo evento. "A quinta e penúltima etapa será no dia 24 de setembro, em Mogi das Cruzes (SP). Convido todos os pilotos a prestigiarem esta prova que também promete ser excelente". 

Resultados

Elite
1. Luis Miguel Anjos Oliveira, 0:42:23,04
2. Julio César Ferreira Eliziário, 0:43:23,05
3. Ronald Santi, 0:44:28,01

Junior
1. Vinicius Calafati Ribeiro, 0:42:57,08
2. Gabriel Lucas Soares, 7:00:00,00

E1
1. Victor Camargo Miranda, 0:44:00,03
2. Júlio César Zavatti, 0:44:00,09
3. Rodrigo Matavelli Pagano, 0:47:07,01
4. Dener Muraro, 0:52:33,06

E2
1. Renan Bueno da Silva Filho, 0:44:42,10
2. Washington Pereira Silva, 0:44:57,04
3. Claudiney da Silva Couto, 0:48:01,01
4. Eduardo Shiga, 0:51:48,03
5. Bruno Navas de Araujo, 3:36:16,01

E3
1. Nicolas Rodriguez Rodriguez, 0:46:31,03
2. Eduardo Namiji Tomita, 0:51:15,04
3. Flavio Yatsugafu, 0:52:08,08
4. Peterson Rebechi, 0:52:43,08
5. Bruno Russo, 0:54:52,08

E4
1. Bruno Batista Martins, 0:46:02,07
2. Fabrício Lasmar Silva, 0:46:54,05
3. Vitor Martins Menino, 0:47:44,05
4. Yuri de Menezes Alves Magalaes, 0:50:39,04

Over 35
1. Nielsen Bueno, 0:44:06,01
2. Marcos Pereira Betencorte, 0:44:42,01
3. Clericson Alan, 0:50:10,03
4. Marcio Tazzinazo Grandão, 0:50:39,02
5. Mauricio Ghiraldelli, 0:50:49,09

Over 45
1. Fabio Bizarria, 0:49:33,07
2. Julio Cesar Pereira, 0:50:22,05
3. Leandro Cassaro, 0:51:49,05
4. José Roberto Polaz, 0:54:05,08
5. Edson Dutra de Oliveira Junior, 0:54:13,06

Over 50
1. Washington Caipira, 0:51:11,05
2. Jefferson Colantonio, 0:53:19,04
3. Antonio Pereira, 0:54:40,09
4. José Manuel Correia de Simas, 0:54:49,03
5. Julio Figueiredo, 0:54:49,04

E5
1. Marcos de Ulhoa Canto Gebhardt, 0:48:40,07
2. Caio Zanettin, 0:50:36,01
3. Murilo Silveira Rodrigues, 0:50:42,09
4. Miguel L. Miranda, 0:52:32,06
5. Vinicius Lopes Aguilar, 0:52:42,02

E6
1. Reinaldo Muniz de Almeida, 0:50:17,07
2. Joao Paulo Fornazari, 0:50:52,00
3. Gustavo Vieira Pereira, 0:51:17,01
4. Jose Luis Alves, 0:51:26,04
5. Felipe Lima, 0:52:08,02

E CRF 230
1. Yan Bueno Proque, 0:48:30,01
2. Leandro da Silva Oliveria, 0:52:12,01
3. Edmilson Júnior, 0:53:36,01
4. Rodrigo Rorigues Araujo, 0:57:18,09
5. Alaecio Bruno Vieira Souza, 3:32:19,05

Feminina
1. Janaina Souza, 0:49:49,05
2. Lucianna Timm Tripaseca, 0:59:02,03
3. Aline Gorgulho, 1:13:47,05
4. Raquel Matos, 1:37:07,00
5. Rosa Cecilia Freitag, 3:20:32,09

Trilheiros Importada
1. Eduardo Camilo de Oliveira, 0:53:30,04
2. Leo Kauffmann, 0:56:23,09
3. Bruno Golcalves dos Santos, 0:56:32,08
4. Diego de Almeida Joaquim, 0:59:22,02
5. Adao Marcos Mori, 1:00:11,09

Trilheiros Nacional
1. Gian Antonio Almeida,  0:56:20,08
2. Pedro Brasil Corrêa,  0:56:36,06
3. Felipe Farias de Oliveira,  0:58:32,03
4. Pedro Henrique Ramos da Silva,  1:00:35,00
5. Guilherme Ciocchi Almeida Melo,  1:05:05,06

Resultado por Equipes

1.  KTM Sacramento, 2:11:04,02
4 Vinicius Calafati Ribeiro
6 Victor Camargo Miranda
29 Nielsen Bueno

2. Honda Motofield, 2:13:26,00
7 Júlio César Zavatti GRL
30 Marcos Pereira Betencorte
10 Renan Bueno da Silva Filho

3. CTC 2:21:02,04
11 Washington Pereira Silva
16 Nicolas Rodriguez Rodriguez
38 Fabio Bizarria

4. HSS 2:29:02,07
14 Claudiney da Silva Couto
39 Julio Cesar Pereira
32 Marcio Tazzinazo Grandão

5. KR Kavookavala, 2:41:29,03
37 Clericson Alan
73 Renato Uemura
63 Thales Uemura



Fotos: Divulgação/Mauricio Arruda/Publix



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br