CARMICHAEL VOLTA AO PÁREO

Organização do AMA devolve 25 pontos ao piloto, que encosta no líder Chad Reed.

Por Thiago Fuganti

Há uma semana, Ricky Carmichael estava distante da briga pelo título da temporada 2006 do AMA Supercross. O motivo: a punição de 25 pontos imposta pelo uso de combustível irregular na sexta etapa do certame. Mas a reversão da pena e a quinta vitória no ano colocaram o piloto da Suzuki de volta ao páreo; e como favorito para a maioria dos fãs e especialistas de uma das competições sobre duas rodas mais empolgantes dos EUA.

A quina de Carmichael foi alcançada no último sábado, durante a nona prova do campeonato, em Indianápolis. Em uma atuação tranqüila, o norte-americano tomou a dianteira logo na segunda volta, ao superar a Honda de Ernesto Fonseca, e seguiu rumo à bandeirada sem maiores dificuldades.

O segundo lugar, para o delírio do público, foi intensamente disputado. James Stewart, que caiu na primeira volta, deu um show de pilotagem e foi quem faturou o posto, após ultrapassar Fonseca na décima passagem. Lutar pela ponta, contudo, esteve fora do alcance do competidor da Kawasaki, já que Carmichael abrira ampla folga.

Líder do campeonato desde a etapa de Saint Louis, Chad Reed teve de se contentar com a terceira posição, resultado satisfatório para o piloto, que ficou aquém das expectativas. Fonseca, líder em Indy apenas na largada, cruzou a linha de chegada em sexto.

Mas o principal assunto do final de semana foi mesmo fora das pistas. Os organizadores do AMA receberam uma apelação da Suzuki e entenderam que não houve intenção de fraude na gasolina utilizada em San Diego. Assim, foram devolvidos os 25 pontos a Carmichael, em troca de um pagamento de 20 mil dólares, destinado à equipe médica responsável pelo AMA Supercross e a organização humanitária Riders for Health.

“Estou feliz por ter recuperado os pontos”, afirmou Carmichael. “Agora eu volto a ter chances no campeonato”, lembrou o atual campeão, que chegou aos 190 pontos, somente um a menos que Reed, o ponteiro da classificação. Stewart aparece em terceiro, com 174.

“Dediquei-me ao extremo para vencer essa prova. Tive uma boa largada e meu equipamento apresentou um bom ritmo desde o início, o que facilitou a minha meta para Indianápolis”, destacou o piloto, que havia vencido a corrida anterior, em Atlanta.

Nesta semana, os pilotos embarcarão para Florida, onde irão disputar a décima etapa do AMA, no tradicional Daytona Internacional Speedway. No ano passado, a vitória foi obtida por Reed, com Carmichael em segundo. “Treinei muito para vencer lá neste ano. Vai ser uma espécie de revanche”, alertou Ricky.


Resultado em Indy:

1) Ricky Carmichael (Suzuki)
2) James Stewart (Kawasaki)
3) Chad Reed (Yamaha)
4) Ivan Tedesco (Suzuki)
5) Nicholas Wey (Honda)
6) Ernesto Fonseca (Honda)
7) Michael Byrne (Kawasaki)
8) Travis Preston (Honda)
9) Tim Ferry (Honda)
10) Jeff Gibson (Honda)


Classificação:

1) Chad Reed, 191 pontos
2) Ricky Carmichael, 190
3) James Stewart, 174
4) Ivan Tedesco, 144
5) Nicholas Wey, 133
6) Michael Byrne, 132
7) Ernesto Fonseca, 125
8) Mike LaRocco, 108
9) Travis Preston, 103
10) Jeff Gibson, 70


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br