Canelinha recebe etapa do Brasileiro

O Campeonato de motocross passa por Santa Catarina e promete levantar poeira.

Por André Jordão

Canelinha, em Santa Catarina, irá sediar neste final de semana, a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. Tradicional prova do circuito nacional, o motódromo Arthur Jachowitz, no bairro do Areião, deverá superar o recorde de pilotos inscritos, registrado na etapa de abertura da competição em Indaiatuba, quando 454 pilotos alinharam no gate de largada. A expectativa é a presença acima de 500 competidores.

Leandro Silva (MX1), Wellington Garcia (MX2), Rodrigo Rodrigues (MXJr) e Eduardo Rudnick (85cc), farão tudo para manter as lideranças das categorias, conquistadas na primeira fase. Os treinos começam na sexta-feira e as provas serão disputadas no sábado e no domingo, a partir das 14h.

O paranaense Leandro Silva iniciou a competição com um excelente desempenho e promete repetir a dose em Santa Catarina. Para isso, terá de enfrentar grandes adversários, como o companheiro de equipe Wellington Garcia, segundo colocado. Leandro soma 26 pontos, seguido de perto pelo goiano com 22.

O líder comemora o bom início de campeonato e diz que tem se dedicado muito para manter o desempenho. “Sinto-me mais preparado para essa etapa do que na primeira. Já me adaptei melhor à moto 2009. Tenho feito bons treinamentos com um instrutor italiano que se chama Massimo Viola. Ele me passa dicas importantes”, revela. O paranaense espera uma grande prova. “Canelinha tem uma pista com um terreno mais duro e, certamente, irá proporcionar grandes baterias”.

Já Wellington Garcia divide as atenções em duas categorias. Além da segunda posição na MX1, o goiano é o líder da categoria MX2. Com 26 pontos, o piloto sabe que sofrerá uma grande pressão dos adversários e está preparado. “Pretendo ir bem nas duas classes. Estou dedicando bastante tempo aos treinamentos, que têm me ajudado muito. Disputar duas categorias exige dedicação e concentração. Só tenho boas lembranças de Canelinha e espero continuar assim”, analisou.

Wellington irá enfrentar grandes oponentes na MX2. Swian Zanoni, segundo colocado com 22 pontos, vai com força total para atrapalhar os planos do companheiro. Além disso, o paranaense Jean Ramos, campeão latino-americano da MX2 em 2008, Thales Vilardi e Dudu Lima prometem dar trabalho. A motocicleta utilizada por eles é a CRF 250R.

As primeiras posições da categoria MXJr foram dominadas pelos competidores do Team Honda. O paulista Rodrigo Rodrigues está na frente e terá de buscar outra boa apresentação para não ceder espaço aos companheiros Gustavo Takahashi, Rodrigo “Lama”, Dudu Lima e Hector Assunção, que também seguem firme na briga. Rodrigo tem uma grande expectativa para se distanciar ainda mais na classificação com a motocicleta CRF 250R.

“Quero tentar focar no campeonato todo e não só a segunda etapa. Pontuar nesta fase é muito importante já que a disputa está muito equilibrada. Canelinha tem uma pista muito técnica. Com certo tempo de corrida, ela costuma ficar esburacada e o grau de dificuldade aumenta”, analisou o jovem piloto.

Na categoria 85cc a disputa também promete ser apertada. Eduardo Rudnick é o líder, seguido por Thiago Formehl. Cezar Zamboni e Everaldo Filho também estarão no gate. Todos eles utilizam a motocicleta CRF 150RB. O paranaense se sente confiante para se manter à frente. “Na primeira etapa não estava muito bem e, mesmo assim, consegui a vitória. Agora me sinto mais preparado e confiante. Conheço bem a pista de Canelinha. Acho que posso me sair bem lá”, finalizou Rudnick.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br