Brasileiro faz história no Motocross Freestyle das Nações

O piloto Marcelo Simões, 30 anos, venceu os melhores do mundo no Best Whip, categoria de melhor entortada, no Motocross Freestyle das Nações, disputado no último final de semana no Veltins Arena, estádio do Shalke 04, em Gelsenkirchen, na Alemanha.

O campeonato, organizado pela Federação Internacional de Motocross Freestyle, reuniu seleções de 9 países (cada seleção com três pilotos), com disputas em seis categorias: Freestyle, Best Whip, Highest Air, Synchro, Race & Style e Best Trick. A equipe brasileira foi composta pelos pilotos Gilmar Flores, o Joaninha, Jeferson Campacci e Marcelo Simões. Cada piloto disputou uma modalidade e, ao final, foi somada a pontuação de cada atleta para o cálculo de classificação das equipes.O piloto Jorge Negretti, dez vezes campeão brasileiro de motocross, foi o chefe da delegação brasileira.

Logo no início das disputas, Marcelo Simões enfrentou e eliminou, nada menos que o campeão do X Games, o americano Todd Potter. O piloto brasileiro fez uma volta perfeita levando o público de cerca de 25 mil pessoas ao delírio. Para conquistar o Best Whip, o brasileiro superou ainda o alemão Luke Weis, piloto da casa, e o francês Jeremy Rouanet.

Já Gilmar Flores, o Joaninha, radicalizou na sua volta do freestyle, desbancando até mesmo o piloto da casa. Flores provou que está entre os melhores do mundo e ganhou mais respeito dos organizadores e competidores. Ele recebeu, inclusive, convites para os próximos eventos.
Jeferson estava bem na pista, demonstrando toda sua técnica e estilo, mas teve uma contusão no pé, nada grave, e ficou de fora da final.

Foi a primeira vez que uma equipe Brasileira participou do Nações de FMX. Na avaliação de Jorge Negretti, que acompanha a delegação brasileira, o resultado foi excelente. “Nosso objetivo é levar para o Brasil todo conhecimento adquirido nesse evento para no próximo ano estar com o time melhor preparado” disse. “Fiquei muito feliz com a indicação e a confiança do Presidente da CBM, Firmo Henrique Alves, ao me indicar como chefe da equipe brasileira”, finalizou Negretti.

A delegação espanhola foi a campeã do evento, seguida pela República Tcheca e França.

Fotos: Divulgação

 



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br