Brasileiro Pro Tork de MX confirmado para abril

Serão oito etapas, começando em Siqueira Campos, no Paraná, e acabando em São Paulo, dia 10 de outubro.

Por Roberto Brandão

Após um período de negociações, a Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) anuncia o Campeonato Brasileiro Pro Tork de Motocross 2010. Com a mesma infraestrutura utilizada na etapa brasileira do Mundial, ano passado em Canelinha/SC, o campeonato terá muitas novidades. Serão oito etapas, começando no dia 11 de abril, em Siqueira Campos/PR, e terminando em São Paulo, no dia 10 de outubro.

Além da fabricante de equipamentos Pro Tork, que dá nome ao Campeonato, o Brasileiro Pro Tork de 2010 também tem a Rinaldi, fabricante de pneus do Rio Grande do Sul, como um de seus patrocinadores. A união das marcas à CBM garante nível internacional ao evento.

“Os pilotos podem se preparar para uma temporada grandiosa no motocross brasileiro. Vamos começar o campeonato em Siqueira Campos/PR, na pista que tem a melhor estrutura do país, e a Pro Tork está se empenhando ainda mais para fazer uma abertura inesquecível”, afirma o presidente da CBM, Alexandre Caravana.

Foram escolhidos os principais centros e as melhores pistas do Brasil para a temporada 2010. Uma novidade será o retorno da tradicional etapa de Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul, sempre elogiada pelos pilotos.

“Já começamos a nos preparar. A prova já faz parte do calendário de eventos da cidade. Vamos nos empenhar para que tenhamos ainda mais sucesso do que nas edições anteriores. Será extremamente importante poder utilizar a infraestrutura do Mundial. A qualidade será muito maior e acredito que teremos um dos maiores eventos do país este ano”, garante Rogério Audibert, vice-presidente do Moto Clube de Carlos Barbosa e um dos organizadores da etapa gaúcha.

Entre outras novidades, o Brasileiro Pro Tork de Motocross 2010 volta a ser disputado com os treinos aos sábados e as provas no domingo, diferentemente do ano passado. Entre as categorias, a antiga CRF deixa de ser monomarca e passa a se chamar 230cc, permitindo qualquer moto de fabricação nacional com motores até 230cc.

Na parte de infraestrutura, além de áreas VIP maiores e arquibancadas cobertas, as equipes também poderão contar com pit-lane coberto de dois andares, equipado com 40 monitores de TV para que possam trabalhar e interagir com mais tranquilidade com os competidores.

“Queremos dar um grande apoio aos pilotos. Este ano a Pro Tork volta a invesitr de forma significativa no motocross. O campeonato não terá apenas o nome Pro Tork, mas será o maior campeonato que esse país já teve. Teremos diversas atividades promocionais, paralelas ao campeonato, e ainda investiremos forte na equipe Pro Tork”, ressalta Marlon Bonilha, diretor da Pro Tork.

Em 2010, um dos maiores nomes do esporte na atualidade estará de volta ao país para disputar o Brasileiro Pro Tork. Antonio Jorge Balbi Jr., que há muitos anos representa o país nas pistas dos Estados Unidos, irá disputar as categorias MX1 e MX2.

“Não há nada mais importante para os pilotos brasileiros do que um título nacional. Aqui no nosso país esse é o único campeonato que realmente tem peso. O resto é uma simples competição”, afirmou Antonio Jorge Balbi, da equipe 2B Racing.

Recordista com 14 títulos nacionais, o catarinense Milton “Chumbinho” Becker está ansioso para o início do campeonato.

“Estou trabalhando bastante. Vou tentar conquistar mais esse título e ficar aí, sozinho com 15 títulos nacionais. Seria muito legal alcançar esse objetivo ao lado da minha equipe, a Pro Tork, que está investindo tanto no esporte esse ano. Estou treinando bastante e bem ansioso para essa temporada. Com certeza vai ser um campeonato bem disputado”, afirmou Chumbinho.

O Campeonato Brasileiro Pro Tork de Motocross 2010 tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi, com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Confira o calendário definitivo de 2010:
1ª etapa: 11/04 – Siqueira Campos/PR
2ª etapa: 25/04 – Carlos Barbosa/RS
3ª etapa: 16/05 – Canelinha/SC
4ª etapa: 27/06 – Foz do Iguaçu/PR
5ª etapa: 18/07 – Cachoeiro do Itapemirim/ES
6ª etapa: 01/08 – Ouro Preto do Oeste/RO (apenas MX1 e MX2)
7ª etapa: 19/09 – Nova Friburgo/RJ
8ª etapa: 10/10 – São Paulo/SP


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br