Brasileiro de Motocross chega indefinido à Sonora

O motódromo Franco Giobbi recebe nesse final de semana, a sexta etapa do Campeonato, no Mato Grosso do Sul.

Por André Jordão

O motódromo Franco Giobbi recebe nesse final de semana, a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. A três provas para o final, o campeonato cresce em emoção após a segunda vitória no ano de João Paulino “Marronzinho” (Pro Tork), em Sorriso (MT). Com o trunfo, o catarinense assumiu a ponta da tabela com a mesma pontuação do goiano da equipe Honda, Wellington Garcia, com 105 pontos.

A tendência de boas disputas em Sonora (MS) se traduz no propósito de ambos os pilotos em adotar a estratégia de vencer para chegar ao título. Vale lembrar que Garcia também disputa o bicampeonato da MX2, que o deixa mais desgastado para as provas da MX1. Entretanto, o piloto se vê preparado para superar ambos os desafios.

“Na hora da adrenalina, você quer muito a vitória, então quem for mais forte pode levar. Na última prova batalhei muito, cheguei até cansado no final, mas até aguentaria mais se fosse preciso, seria bom para mim. O Marrom anda só na MX1 e isso o ajuda um pouco, então vou tentar me poupar o máximo para a prova”, destacou o goiano.

Numa campanha estável, o catarinense Cristopher Castro, que começou o ano sem uma equipe oficial e em Canelinha já era piloto da 2B Racing, é o terceiro colocado na categoria, com 84 pontos, um à frente do mineiro Swian Zanoni. Até a etapa de Sorriso, Marcello Lima, o Ratinho, acumulou 67 pontos e é o quinto na tabela de classificação.

Na MXJr a equipe Honda domina as três primeiras posições. Entretanto, os paulistas Rodrigo Rodrigues e Gustavo Takahashi estão praticamente empatados na ponta da tabela. Rodrigues tem 102 pontos contra 100 de Takahashi, que venceu a quinta etapa no último sábado.

O paulista Hector Assunção e o catarinense Gabriel Gentil, que nesse ano venceu em Canelinha e em Foz do Iguaçu, têm chances matemáticas de conseguirem o título. Os dois conquistaram até o momento 93 e 88 pontos, respectivamente.

O campeonato da 85cc se mostra o mais equilibrado até o momento. Só três pontos separam o paranaense Endrews Armstrong, Thiago Formehl e o paulista Anderson do Nascimento na tabela de classificação. Armstrong lidera a competição com 88 pontos, contra 87 do mato-grossense Formehl e 85 de Nascimento.

Everaldo Rodrigues também está na briga, e corre por fora com 77 pontos. O goiano venceu as três últimas provas da categoria de até 150cc e somou dois pontos extras pelo melhor tempo na classificação.

Informações

A partir de amanhã, os pilotos que competem no sábado têm o atendimento na secretaria e fazem a vistoria na secretaria de prova, do meio-dia às 19 horas. No dia seguinte, os pilotos que correm no domingo, fazem o mesmo procedimento nos mesmos horários programados.

O público tem entrada franca no motódromo Franco Giobbi, em Sonora, para prestigiar as provas do final de semana. No sábado e no domingo, os treinos livres começam às 8h da manhã e os classificatórios às 10h. No sábado, a primeira categoria a largar será a MXJr, a partir das 12h45.

No domingo, a abertura oficial está prevista para as 12h30 e a MX2 larga às 13h. Os horários dos eventos serão locais, uma hora a menos em relação à Brasília. Dependendo do número de inscritos a direção de prova pode alterar o cronograma.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br