Brasil sobe ao pódio no Supercross

Swian Zanoni e Pipo Castro conseguiram ótimos resultados no Latinoamericano.

Por Bruno Rocco

O motociclismo brasileiro foi muito bem representado na Costa Rica, onde aconteceu o Latinoamericano de Supercross no sábado, 15 de março.

Os pilotos Swian Zanoni e Pipo Castro conseguiram ótimos resultados na pista construída com mais de cinco mil metros cúbicos de terra no estádio Ricardo Saprissa, em San José, capital da Costa Rica, diante de quase 20 mil expectadores.

Roberto Castro (SX2) e Alex Víquez (SX1), ambos da Costa Rica, dominaram as provas, assegurando a vitória desde as primeiras voltas.   

Pipo Castro duelou com Travis Pastrana na SX1 ficando à frente do norte-americano em certo momento da prova, mas Travis levou a melhor e terminou em 3° lugar. Pipo ficou na 5ª posição.

“Foi um resultado muito bom, principalmente levando em conta que usei um equipamento um pouco diferente do que estou acostumado, tive problemas para me adaptar com a suspensão da moto e ainda levei um tombo”, avalia o piloto catarinense.

Na categoria SX2, Swian não largou bem, mas fez uma corrida de recuperação e chegou em segundo.

“No começo da bateria deixei escapar a marcha e fiquei entre os últimos, mas consegui me recuperar e quase deu para pegar o líder. Os melhores pilotos do mundo estavam lá, foi uma experiência legal e deu para ver que o Brasil está bem forte em relação aos outros países”, diz o piloto.

Alexandre Guelman, presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo, também comemora: “O resultado mostra o alto nível da competição e é o início de uma boa participação do Brasil em eventos no exterior. Pretendemos sempre levar os melhores pilotos brasileiros aos campeonatos internacionais”, afirma Guelman.

O próximo desafio de Swian Zanoni e Pipo Castro é a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, que será realizada nos dias 29 e 30 de março, em Siqueira Campos, no Paraná.  


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br