Bateria deixou Jean na mão no Dakar

Brasileiro iniciou a especial de hoje, em direção a Atar, se perdendo.

Por Leandro Alvares

Uma pane elétrica na bateria da KTM foi o motivo que tirou Jean Azevedo da briga por uma colocação no top 10 do Rally Dakar. De acordo com o mecânico Geraldo Lima, que acompanha o piloto na prova, o componente da moto descarregou inexplicavelmente, deixando o competidor estacionado a poucos quilômetros do fim da especial entre Tan Tan (Marrocos) e Zouérat (Mauritânia), disputada ontem.

Como conseqüência do incidente, o brazuca despencou 69 posições na classificação. De melhor representante do país, passou à condição de último colocado na lista dos brasileiros, o 79º colocado no cômputo geral — até quarta-feira aparecia em décimo.

A maré de azar infelizmente não parou por aí. Nesta sexta-feira, segundo nota divulgada no site oficial do rali, Azevedo se perdeu na navegação e teve de completar mais 50 km para retornar ao traçado correto da etapa, uma das maiores da edição 2007 do Dakar, com 542 km cronometrados entre as cidades de Zouérat e Atar, na Mauritânia.

Dimas Mattos, estreante no mais prestigiado evento off-road do mundo, ocupa o 43º lugar na somatória dos tempos. Carlos Ambrósio está em 71º. O líder é o espanhol Marc Comá, atual campeão da categoria das duas rodas.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br