moto.com.br
Publicidade:

Off-Road

Arena Cross: Jean Ramos vence em Jundiaí (SP)

Piloto venceu as duas baterias e encostou no líder. Na MX2 Paulo Alberto conquista o título antecipado

11 de August de 2014
Compartilhe este conteúdo:

Em clima de decisão, o Arena Cross conheceu neste sábado (9), em Jundiaí (SP), o campeão antecipado na MX2 em 2014 e ainda viu a briga pelo primeiro posto das categorias Pró, Júnior, 65cc e 50cc ficar em aberto. A definição dos demais campeões da 16ª temporada da competição será em Itapema (SC), palco da quinta e última etapa do campeonato no dia 27 de setembro.

O público de sete mil pessoas na arena montada próxima à prefeitura vibrou com o português Paulo Alberto, que fez uma corrida memorável na classe para motos 250cc. Após cair em um embate com Anderson Cidade, ele se recuperou e venceu a prova. Com 80 pontos e 100% de aproveitamento, o gringo conquistou o bicampeonato. “Esta cidade vai ficar para sempre na minha memória. Foi aqui que conquistei a primeira vitória no Arena e, neste ano, o bicampeonato”, afirma Paulo.

Já na Pró, para motos 450cc, o campeonato embolou com a ausência do líder Carlos Campano (ESP), que se recupera de uma lesão no tornozelo direito. Jean Ramos aproveitou e venceu as duas baterias, pulando para o segundo lugar na tabela. O paranaense está a seis pontos atrás do estrangeiro. “Sabia que hoje era uma noite muito importante, pois meu rival pelo título não iria competir. Precisava ganhar, mas para isso tinha que estar totalmente concentrado. Estou muito feliz, pois foi uma das provas mais difíceis e mesmo assim andei muito bem”, conta Jean.

Nas categorias infanto-juvenis, destaque para Leonardo Almeida. Sem o ponteiro Enzo Lopes, que disputa o Mundial de Motocross na Bélgica, o paranaense ficou a vitória na Júnior. Keven Ikeda surpreendeu na 65cc e levou a vitória. Diogo Nascimento venceu mais uma na 50cc e tentará sacramentar o título em Santa Catarina.

1ª bateria Pró: Boa largada do venezuelano Humberto Martin e de Rafael Faria. Porém, aos pilotos foram superados na sequência pelo inglês Adam Chatfield e pelo equatoriano Jetro Salazar. Adam tentava abrir para os concorrentes, mas era seguido por Marcello Lima, o Ratinho, que deu o bote em Jetro e foi para segundo.

Já Jean Ramos, que havia largado no pelotão intermediário, foi ao longo da bateria ganhando posições. Na quinta volta, era o quarto. Ele despachou o norte-americano Kyle Regal, Jetro, Ratinho e chegou no inglês. Na 13ª volta, o paranaense assumiu o primeiro lugar após erro de Adam.

Na parte final da prova, Ratinho também errou e cedeu a terceira posição para Jetro, que ganhou pontos preciosos na disputa pelo título. O equatoriano é o terceiro com 103 pontos. Jean ficou com a vitória, seguido de Adam. Kyle, que chegou a andar em quarto, finalizou em quinto.

2ª bateria Pró: Holeshot de Jean Ramos. Porém, o piloto nem teve tempo de andar na frente, pois Adam Chatfield o ultrapassou. Mais uma vez Ratinho fez boa largada e colocou sua moto na terceira posição, seguido de Jetro Salazar.

Não demorou muito para Jean diminuir a diferença e iniciar o embate com Adam. Sem titubear, ele deu o troco no inglês e conquistou sua segunda vitória na noite, levando a etapa no somatório. Além da primeira posição, Adam perdeu o segundo lugar para o goiano Wellington Garcia, que mostrou poder de reação após finalizar a bateria inicial apenas em sétimo. Na soma da etapa, Adam ficou em segundo com 32 pontos, seguido de Jetro, com 28 pontos.

Bateria MX2: O gaúcho João Ribeiro surpreendeu os favoritos e assumiu o primeiro lugar. Sem deixar barato, o líder do campeonato Paulo Alberto e o vice-líder Anderson Cidade foram em busca do ponteiro. Apesar da tentativa, a dupla se enroscou na saída de uma curva. Pior para o português, que foi ao chão e perdeu três posições.

Em ritmo melhor que João, Anderson e Hector o ultrapassaram e foram para primeiro e segundo, respectivamente. Já o português, em recuperação incrível, tentou diminuir a desvantagem para os líderes.

Na nona volta, Paulo finalmente chegou em Anderson, então líder, e ganhou a posição. Mais rápido que o rival, o gringo abriu caminho para quarta vitória consecutiva na competição e assim conquistou o bicampeonato, com uma etapa de antecipação. Hector, que caiu quando era segundo, conseguiu voltar à vice-liderança da prova após muito esforço. Anderson Cidade completou o pódio em terceiro.

Júnior: Prova perfeita do paranaense Leonardo Almeida, que largou na frente e seguiu na primeira colocação do início ao fim da bateria. Leonardo Cassarotti e Renan dos Santos começaram na segunda e terceira posições, respectivamente, mas Djalma Brito superou os dois e ganhou o segundo lugar. Renan terminou em terceiro e Leonardo, em quarto. Com o resultado, Djalma é o novo líder da Júnior com 62 pontos, dois a mais que Enzo Lopes.

65cc: Bom começo de prova para Gabriel Andrigo que liderou durante sete voltas. A surpresa da corrida ficou por conta do desempenho de Keven Ikeda, que alcançou todos os adversários até cruzar a linha de chegada em primeiro. Gabriel terminou na segunda posição, seguido de Rafael Araújo. Carlos Eduardo Pereira e Joaquim Neto ficaram em quarto e quinto, respectivamente. O resultado esquentou a disputa pelo título da categoria. O líder é Carlos Eduardo, com 66 pontos, apenas um à frente de Keven.

50cc: O goiano Luis de Souza Filho fez o holeshot, porém segurou a posição apenas durante a primeira volta. Quem assumiu a ponta da corrida foi Diogo Nascimento, de 9 anos, vencedor das duas provas iniciais da temporada. O paulista de Guarulhos manteve a posição até o final para vencer a etapa de Jundiaí e seguir na liderança da categoria com 77 pontos. A segunda posição ficou com Henrique Henicka, seguido de Marcello Leodorico. O quarto colocado foi Rodolfo Bicalho e o quinto, Gustavo de Oliveira.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Rally dos Sertões de volta às origens na temporada 2018

Brasileiro de Motocross: Jean Ramos vence 5ª etapa com sua YZ450F

Luís Oliveira é o grande campeão da Copa EFX Brasil em 2017

Copa EFX Brasil: Guararema recebe a etapa final em 2017

Brasileiro de Enduro FIM: Luis Oliveira é o campeão da categoria E1

Brasileiro de Enduro FIM: Grande final acontece em Farroupilha (RS)

Sertões: Vídeo - Melhores momentos da 7ª Etapa - 2017

Para iniciantes, Yamaha TT-R-230 custa R$ 13.040

Nova Yamaha de motocross é conectada ao smartphone

Enduro da Independência 2014 - o preço da aventura

Equipe Yamaha Geração testa novas YZ 450 e YZ 250 2014

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro

Bananalama 2017 em SC vai sortear 10 motos e 1 quadriciclo

KTM anuncia injeção eletrônica para motor dois tempos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras