Arena Cross começou em grande estilo

Prova que abriu o campeonato teve arquibancadas lotadas e show de habilidade na pista.

Por André Jordão

Em alto estilo a temporada 2010 do Arena Cross foi aberta na noite de ontem, na cidade catarinense de São José. Com as arquibancadas lotadas, pilotos de todo o país deram um show de habilidade e perícia, na pista de 470 metros, montada na Arena Multiuso.

Leandro Silva (Pro), Thales Vilardi (Júnior), Endrews Armstrong (85cc), Enzo Lopes (65cc) e Guilherme Torres (50cc), foram os vencedores da noite, em que o ex-piloto Eduardo Saçaki – agora comentarista das transmissões de TV do Arena Cross –, foi aplaudido de pé pelo público das arquibancadas, e competidores homenagearam o jovem piloto Eduardo Rudnick, que morreu no início deste ano, vítima de câncer.

“Tudo foi muito bom. Não poderia ter um início melhor de temporada. O público pôde presenciar um grande espetáculo e estão todos de parabéns, organização, patrocinadores e todos os envolvidos. É muito bom abrir um campeonato assim, com casa cheia”, festejou Carlinhos Romagnolli, da Romagnolli Promoções e Eventos, organizadora do Arena Cross.

Pró
 
O paranaense Leandro Silva foi o vencedor da primeira etapa do Arena Cross na categoria Pró, a principal da competição. Ele venceu a primeira bateria e chegou em segundo na outra. Swian Zanoni foi o vice-campeão e o costa-riquenho Roberto Castro ficou em terceiro.

Na primeira bateria, o paranaense Jean Ramos desperdiçou a vitória a pouco menos de 200 metros do fim da prova, quando sua moto apagou na pista. Com isso, Leandro Silva aproveitou-se e faturou o primeiro lugar.  Swian Zanoni foi o segundo e Roberto Castro, da Costa Rica, chegou em terceiro.

Na bateria seguinte, a surpresa ficou para João Paulino ‘Marronzinho’. Em sua estréia na competição e também na equipe Honda, ele chegou em primeiro, seguido por Leandro e Swian. “Na primeira bateria eu cai e me machuquei. Tive de tomar medicação para correr. Achei que não conseguiria ir bem. Mas, durante a corrida, comecei a andar forte, a adrenalina subiu e eu esqueci a dor”, contou o piloto catarinense.

O vencedor geral da prova, Leandro Silva, destacou as dificuldades que enfrentou na pista. “Esta foi uma das provas mais difíceis da minha carreira. Larguei mal e tentei me manter entre os primeiros, porque o segundo lugar me garantia a vitória, e tudo deu certo”, explicou.

Confira os resultados:

50cc
1º Guilherme Torres
2º Arthur Todeschini
3º Lucas Erthal

65cc
1º Enzo Lopes
2º Kioman Navarro
3º Hugo Erthal

85cc
1º Endrews Armostrong
2º Anderson Amaral
3º Wilgner Francisco (Guigão)

Júnior
1º Thales Vilardi
2º Eduardo Lima
3º Hector Assunção

Pró
1º Leandro Silva
2º Swian Zanoni
3º Roberto Castro


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br