ACRE PRONTO PARA O LATINO DE CROSS

Organizadores esperam contar com a presença de 20 mil pessoas no fim de semana.

Por Thiago Fuganti

A primeira etapa do Campeonato Latino-americano de Motocross, agendada para os dias 15 e 16 deste mês, será o maior acontecimento esportivo já realizado em Rio Branco, capital do Acre. Para se ter uma idéia da grandiosidade do evento, cerca de 300 pessoas estarão envolvidas na organização da prova, que vai ter a participação de 15 pilotos de seis países latino-americanos e outros 25 de diversos Estados do Brasil.

Esta será também a primeira passagem do torneio pela cidade, que conseguiu ser o palco da abertura graças a FEMAC (Federação de Motociclismo do Acre) e a CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo). O Latino foi viabilizado porque o presidente da FEMAC, Cassiano Marques, conseguiu desmembrar a fase nacional do certame em duas partes: a primeira em Rio Branco e a segunda, na semana seguinte (22 e 23 de julho), em Espigão do Oeste, Rondônia.

“Esse casamento do Acre com Rondônia deu certo porque em outros anos a ida dos pilotos para aquele Estado sempre era via São Paulo. Agora, Cassiano Marques viabilizou que os pilotos internacionais venham para o Acre por Lima, Peru. Isso representa barateamento de custos, porque a viagem por São Paulo é bem mais distante e cansativa”, disse Denglar Pires, da CBM e diretor-executivo da prova.
 
Na próxima quinta-feira, os 15 corredores estrangeiros começam a chegar no Brasil. Está confirmada a presença de competidores do Peru, Colômbia, Costa Rica, Equador, México e Venezuela. Da “casa”, participam pilotos de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás, Rondônia e seis acreanos.
 
A competição será feita em duas categorias com motos MX2, sendo equipamentos de até 125cc (dois tempos) e até 250cc (quatro tempos). No sábado, às 8h, haverá um treino livre para reconhecimento da pista. Às 13h será a vez do treino cronometrado que, segundo o diretor da prova, é quase tão emocionante quanto a competição oficial. No domingo, a disputa terá início às 13h.

Os ingressos para as corridas custarão 10 reais. Quem quiser assistir somente aos treinos, pagará 3 reais. Para conferir as emoções do Latino em Rondônia, bastará participar do bingo promovido pela Federação de Motociclismo local. As cartelas custarão 16 reais. Os prêmios serão cinco motos, sendo que 50% do dinheiro arrecadado será direcionado a obras sociais.

Agito antes do fim de semana

Apesar das provas oficiais iniciarem no começo da tarde de domingo, os organizadores acreditam que o local do evento estará repleto de público já no sábado, em razão da área de camping existente e dos dois blocos de arquibancadas, que têm capacidade para acomodação de até seis mil pessoas. A expectativa é que haja a movimentação de 20 mil espectadores.

Shows

O domingo de competição no Acre também ficará marcado por uma série de outros atrativos. O primeiro deles será promovido pelo motoqueiro-acrobata Joaninha, atual campeão brasileiro Free Style e único no país a fazer o looping ou back flip, manobra de 360 graus que, quando se consegue realizar, arranca suspiros e aplausos da platéia.
 
Na seqüência, o Clube de Pára-quedismo do Acre fará uma apresentação com diversos homens fazendo saltos ornamentais nas imediações da pista. No final do evento, além do espetáculo dos motociclistas, o público também vai poder assistir a um show da banda de maior sucesso da atualidade no Acre: Los Porongas. Um prato quente para quem quiser se divertir no fim de semana.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br