Acidente pode deixar Pujol tetraplégico

Forte queda aconteceu na 1ª etapa do Espanhol de Rally, no sábado passado.

Por Leandro Alvares

Isidre Esteve Pujol, nome que dispensa apresentações no mundo do rally, sofreu um grave acidente no último sábado, durante a etapa de abertura do Campeonato Espanhol da modalidade. O piloto está internado no hospital Vall d'Hebron, em Barcelona, e corre o risco de ficar tetraplégico.

O incidente ocorreu após o competidor de 34 anos perder o controle de sua KTM em uma curva. Depois da queda, Pujol se queixou de fortes dores nas costas e foi levado imediatamente para o hospital.

Nos exames, foi constatada a fratura da sétima e oitava vértebras, além de uma lesão medular grave. Como conseqüência, o corredor perdeu a sensibilidade e os movimentos das pernas.

Os médicos, por enquanto, optaram por omitir a informação sobre uma possível reversibilidade do quadro. E descartaram uma operação imediata para tentar estabilizar a coluna vertebral, já que Pujol também sofreu traumatismo torácico, com contusão pulmonar e fratura das costelas.

A decisão de operar ou não o piloto será confirmada após uma ressonância magnética a que Isidre será submetido. Segundo o boletim médico, o veterano em rallys está consciente e respira com a ajuda de aparelhos.

Antes de cair, Pujol ocupava o segundo lugar do Rally TT Ramblas de Huércal Overa. Estava inclusive bastante próximo do líder e compatriota Marc Comá, que se recusou a receber o troféu da vitória, em respeito ao amigo. Assim que completou a prova, o espanhol se dirigiu até o hospital para ver o companheiro da KTM.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br