Motos elétricas devem fazer sua estreia na MotoGP em 2019

A Dorna, empresa organizadora do MotoGP, deve anunciar para 2019 a temporada de estreia do campeonato de motocicletas elétricas, denominado Copa do Mundo de Moto-e, que dever ter acompanhamento do Campeonato Mundial de Motovelocidade.

Segundo a Dorna, a criação de um campeonato de âmbito internacional voltado para motos elétricas é mais um passo rumo ao futuro do esporte a motor. Como uma nova categoria monomarca, os pilotos vão usar motos elétricas da marca italiana Energica Motor Company a partir do modelo Ego.

 

Aproveite descontos de até 60% e frete grátis no Natal do Shopping MOTO.com.br

 

Com apelo sustentável e visual esportivo de pista, a superbike Ego é uma máquina sustentável e conta com chassi tubular de treliça, podendo desenvolver uma potência de 145 cavalos, com torque de 200 Nm (20 kgfm).

Em termos de desempenho, a esportiva elétrica pode acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos e atingir 240 km/h de velocidade máxima. A autonomia da moto fica em torno de 150 km por carga.

Agora fica a expectativa de como seriam as corridas da nova categoria de motos elétricas, pois grande parte da emoção dos grandes prêmios está no roncar poderoso dos motores da motocicletas e os modelos elétricos costumam ser extremamente silenciosos, fazendo no máximo um zunido. Isso até pode ser um pouco frustrante, mas quem sabe não é tudo uma questão de hábito?!

- Confira o vídeo de apresentação da moto esportiva elétrica Energica Ego

 

Quer vender sua moto? Anuncie no MOTO.com.br!

 

Fotos e vídeo: Ego Motor Company/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br