WSBK: Trio de frente quer vitória

Fabrizio e Spies tentam minimizar vantagem para Haga, este fim de semana, nos Estados Unidos.

Por André Jordão

No ano passado, o circuito de Miller Motorsport Park sediou pela primeira vez o Mundial de Superbike, levando de volta a competição aos Estados Unidos. A visita rendeu frutos, principalmente a Carlos Checa, da Hannspree Ten Kate Honda, que garantiu sua primeira vitória.

Miller Motorsport Park situa-se perto do antigo Centro das Olimpíadas de Inverno de Salt Lake City. Nesta temporada,  quem está confiante é Ben Spies, que retorna a sua casa, quando ele e o Mundial de Superbike visitam pela primeira vez no ano o país onde o piloto nasceu.

Muitos de seus fãs estão ansiosos para ver Spies chegar ao circuito de Miller Motorsports Park, e recuperar sua campanha, que até então vem recheada de problemas, pessoais e de equipe.
 
No entanto, embora o americano esteja 88 pontos atrás do maior rival Noriyuki Haga na classificação, ele não teve a oportunidade de correr com o apoio da sua torcida. “É fantástico estar de volta aos EUA. Esta é a minha primeira visita este ano, por isso ainda não assimilei. Após as subidas e descidas de Kyalami estou realmente feliz de estar em casa e olhando para frente”, disse.

É a primeira vez nesta temporada que o novato piloto da Yamaha chega a um circuito que realmente conhece, sendo assim, o até então terceiro colocado na competição, está muito confiante para este fim de semana. “É uma grande pista e eu a conheço bem. Faz muita diferença correr em um traçado que você domina. A equipe e eu estamos trabalhando duro no acerto da R1, e estou esperançoso que os próximos dias podem ser muito bons”, analisou o competidor.

A corrida em Kyalami, há duas semanas, deu destaque à dupla da Ducati Xerox. Graças a uma dupla vitória na África do Sul, Noriyuki Haga esticou sua vantagem no topo da tabela, e seu rival mais próximo agora pode ser encontrado no outro lado do Box, é Michel Fabrizio, que passou em segundo lugar.

O piloto japonês vai para Miller acima de tudo para acabar com as más recordações no ano passado, quando ele quebrou a clavícula direita. Depois de Troy Bayliss, o melhor piloto da Ducati foi, de fato, Fabrizio, que chegou ao pódio duas vezes no circuito americano. O jovem italiano de Roma terá que disputar com Haga se quiser continuar pensando no título, sem esquecer de Spies, que corre em casa.

Os competidores do WSBK já treinam amanhã e a corrida está marcada para o dia 31 de maio, com transmissão do canal por assinatura Band Sports a partir das três horas da tarde.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br