WSBK: SUPERMAN E HAGA VENCEM

Barros teve desempenho discreto na oitava etapa do Mundial, disputada na Inglaterra.

Por Thiago Fuganti

Inspirado na promoção do filme “Superman, o Retorno” feita pela Ducati, Troy Bayliss voou em mais uma rodada do Mundial de Superbike, disputada neste fim de semana no circuito inglês de Brands Hatch. O australiano venceu a primeira corrida e foi o segundo colocado na seguinte; resultados que o fizeram ampliar ainda mais sua folgada vantagem na liderança do torneio.

Largando na pole em ambas as provas, o ex-piloto da MotoGP teve como maior adversário o japonês Noriyuki Haga, da Yamaha. No páreo inicial, os dois competidores protagonizaram uma bela disputa pela primeira posição. “Eu tive de andar no limite para defender o meu posto”, comentou Bayliss.

Apesar da determinação em querer ultrapassar o rival, Haga acabou enfrentando problemas em sua moto e caiu para terceiro. James Toseland, da Honda, foi o segundo colocado. “O acelerador começou a falhar nas últimas voltas, o que me deixou muito chateado”, lamentou o nipônico.

A compensação, porém, veio na segunda corrida, ao estilo kriptonita. Haga voltou a ser a principal ameaça a Bayliss e, nesta feita, conseguiu desbancar o Superman, que recebeu a bandeirada em segundo. Andrew Pitt, da Yamaha, completou o pódio da Inglaterra.

Numa etapa que se mostrou difícil para o Brasil desde os primeiros treinos, Alexandre Barros precisou encenar mais um papel de recuperação. O brasileiro da Klaffi Honda largou em 18º e foi um dos pilotos que mais fizeram ultrapassagens: obteve o oitavo lugar na corrida 1 e o nono na etapa posterior.

“Precisei suar a camisa para alcançar esses resultados que, embora não tenham me deixado satisfeito, foram o máximo que eu poderia ter conseguido”, disse Barros. “Tivemos mais um fim de semana complicado e agora só nos resta lutar por uma melhora considerável em Assen”, acrescentou o veterano, referindo-se à próxima rodada do certame, o GP da Holanda, agendado para o dia 3 de setembro.

“Conheço muito bem o circuito holandês. Portanto, se a moto andar bem, poderemos voltar à briga pelos primeiros lugares. A equipe está trabalhando muito, e as chances de estrearmos uma nova versão de motor na nona rodada dupla é muito grande”, antecipou.

Com o desfecho de Brands Hatch, Bayliss alcançou os 307 pontos na classificação. Haga, o vice-líder, aparece bem atrás, com 230. Barros, ainda no quinto lugar da tabela, soma 166.

Confira os resultados do GP inglês:


Corrida 1
1) Troy Bayliss (AUS/Ducati), 25 voltas em 36min26s855
2) James Toseland (ING/Honda), a 1s657
3) Noriyuki Haga (JAP/Yamaha), a 2s248
4) Andrew Pitt (AUS/Yamaha), a 2s860
5) Yukio Kagayama (JAP/Suzuki), a 9s666
6) Troy Corser (AUS/Suzuki), a 16s731
7) Chris Walker (ING/Kawasaki), a 16s892
8) Alexandre Barros (BRA/Honda), a 20s707
9) Regis Laconi (FRA/Kawasaki), a 25s196
10) Ruben Xaus (ESP/Ducati), a 25s338

Corrida 2

1) Noriyuki Haga (JAP/Yamaha), 25 voltas em 36min29s79
2) Troy Bayliss (AUS/Ducati), a 0s184
3) Andrew Pitt (AUS/Yamaha), a 2s242
4) Regis Laconi (FRA/Kawasaki), a 6s523
5) James Toseland (ING/Honda), a 7s023
6) Troy Corser (AUS/Suzuki), a 7s521
7) Yukio Kagayama (JAP/Suzuki), a 10s903
8) Chris Walker (ING/Kawasaki), a 19s715
9) Alexandre Barros (BRA/Honda), a 22s202
10) Ruben Xaus (ESP/Ducati), a 26s797

Campeonato:

1) Troy Bayliss, 307
2) Noriyuki Haga, 230
3) James Toseland, 219
4) Troy Corser, 193
5) Alexandre Barros, 166
6) Andrew Pitt, 157
7) Yukio Kagayama, 126
8) Lorenzo Lanzi, 96
9) Chris Walker, 96
10) Michel Fabrizio, 87



Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br