WSBK: DOIS VENCEDORES EM LAUSITZ

Apesar de ter ido mal na rodada alemã, Troy Bayliss segue próximo do título.

Por Leandro Alvares

Yukio Kagayama e James Toseland mostraram, neste fim de semana, que Troy Bayliss não é imbatível no Mundial de Superbike. Os dois pilotos venceram a rodada dupla de Lausitz, na Alemanha, onde o favoritismo do australiano da Ducati — líder absoluto da temporada — só rendeu a ele um terceiro lugar.

Na primeira corrida do domingo, a briga pela vitória foi caseira, entre dois japoneses. No final, quem levou a melhor foi Kagayama, com pouco mais de um segundo de vantagem sobre Noriyuki Haga, que havia liderado a maior parte da prova. “A disputa foi muito boa, mas é claro que estou triste pelo resultado”, disse Haga.

“Meu pneu dianteiro ficou no osso quando restavam cinco voltas para o fim e isso tirou as minhas chances de chegar na frente”, acrescentou o nipônico, que viria a repetir o segundo posto na corrida seguinte, neste caso ficando atrás de Toseland.

Largando da pole position, Bayliss dava a entender que a etapa alemã representaria mais uma dose de barba, cabelo e bigode. No entanto, os planos foram por água abaixo na volta de número quatro, quando o competidor saiu da pista e bateu. Mesmo com a moto danificada, o ex-piloto da MotoGP conseguiu recuperar muitas posições e garantir um sétimo lugar.

Na corrida seguinte, a cautela passou a correr ao lado do australiano, que teve de se contentar com o lugar mais baixo do pódio. “Mexemos muito na moto, mas ainda assim senti alguns reflexos do acidente da corrida inicial, especialmente em relação à aderência dos pneus”, contou Bayliss.

“Queria muito a vitória, mas o terceiro está bom. Quem sabe eu consiga comemorar o título na Itália”, planejou o astro, já se referindo à seqüência do Mundial, que acontecerá em San Marino, o palco da penúltima etapa de 2006.

Alexandre Barros, lutando contra a moto da Klaffi Honda, conseguiu a quinta posição no páreo 1. Na segunda corrida, o brasileiro impôs um ritmo mais consistente, mas teve seus esforços em vão ao perder o controle do equipamento e bater, quando restavam seis voltas para a bandeirada.

“Fizemos alguns ajustes na parte dianteira para a segunda prova, pois eu havia enfrentado muitas dificuldades nos trechos de curvas. As coisas estavam boas até eu encontrar um pouco de grama na pista, próximo à última chicane”, relatou o veterano, sexto colocado na classificação com 186 pontos.

Restando apenas duas rodadas duplas para o encerramento do torneio, Bayliss segue na liderança com 357 pontos, tendo uma folga de 87 tentos para Haga, o rival mais próximo. Toseland, o terceiro da lista, está com 264.

A etapa de San Marino, o próximo ponto de encontro dos astros da acirrada categoria, está agendada para o dia 1º de outubro.

Confira o resultado de Lausitz:

Corrida 1
1) Yukio Kagayama (JAP/Suzuki), 39min57s421
2) Noriyuki Haga (JAP/Yamaha), a 1s239
3) Troy Corser (AUS/Suzuki), a 1s436
4) Andrew Pitt (AUS/Yamaha), a 8s725
5) Alexandre Barros (BRA/Honda), a 8s975
6) Karl Muggeridge (AUS/Honda), a 13s804
7) Troy Bayliss (AUS/Ducati), a 23s569
8) Lorenzo Lanzi (ITA/Ducati), a 23s846
9) James Toseland (ING/Honda), a 27s217
10) Fonsi Nieto (ESP/Kawasaki), a 28s712

Corrida 2
1) James Toseland (ING/Honda), 39min58s796
2) Noriyuki Haga (JAP/Yamaha), a 0s210
3) Troy Bayliss (AUS/Ducati), a 3s056
4) Yukio Kagayama (JAP/Suzuki), a 7s396
5) Karl Muggeridge (AUS/Honda), a 11s653
6) Lorenzo Lanzi (ITA/Ducati), a 21s386
7) Fonsi Nieto (ESP/Kawasaki), a 26s620
8) Michel Fabrizio (ITA/Honda), a 26s736
9) Ruben Xaus (ESP/Ducati), a 29s428
10) Chris Walker (ING/Kawasaki), a 29s544

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br