WSBK CHEGA A MONZA

Bayliss e Corser querem a vitória; Barros deseja apagar o mau resultado de Valência.

Por Thiago Fuganti

Monza, Itália. Uma das pistas mais históricas da Europa receberá neste fim de semana a quarta etapa do Mundial de Superbike. A categoria vai encarar o circuito que é tido como um dos mais velozes do calendário e do velho continente, fato que promete esquentar ainda mais a luta pelo primeiro lugar.

Pelo cenário apresentado nos três GPs já realizados, é de se esperar um novo embate dos compatriotas Troy Bayliss e Troy Corser, que dividem cinco das seis vitórias possíveis até o momento — o placar é de 3 a 2 a favor de Bayliss, o líder do campeonato. O “intruso” na relação de conquistas é o inglês James Toseland, vencedor da prova de abertura, no Qatar.

“Da última vez em que estive neste traçado, consegui duas vitórias”, disse Bayliss, ex-piloto da MotoGP. “Adoro correr em Monza e seria fantástico conseguir outras glórias aqui, embora eu saiba que não vai ser fácil”, completou o competidor da Ducati.

Atual campeão do WSBK, Corser já deixou claro que somente a vitória o interessa diante do público italiano. “Essa é uma pista muito rápida e que exige extremamente da potência dos equipamentos. Minha meta é conseguir uma boa posição de largada e ditar um ritmo forte desde o início da corrida. Espero também que minha Suzuki esteja superior às Ducati”, afirmou o australiano, vice-líder do certame com 22 pontos de desvantagem em relação a Bayliss (125 a 103).

O Brasil, representado por Alexandre Barros, fica na expectativa de voltar a aparecer no pódio. Depois de um desempenho aquém do esperado em Valência, Espanha, o veterano brasileiro parte com otimismo para a Itália. “Acredito que Monza é perfeita para a Honda Fireblade e estou confiante que teremos bons resultados”, apostou o também ex-piloto de MotoGP.

“Este é um circuito longo e rápido, totalmente oposto ao de Valência. Há uma boa quantidade de chicanes, seguidas de retas longas e curvas velozes, como a Parabólica”, explicou o piloto, referindo-se à curva que antecede à reta principal da pista de 5.793 metros.

Barros é o quinto colocado na classificação do mundial, com 62 pontos. Seus melhores resultados — neste que é o seu primeiro ano na categoria — foram um segundo e terceiro lugares na etapa da Austrália, em Phillip Island.

As movimentações da quarta etapa do WSBK terão início nesta sexta-feira, com a realização dos primeiros treinos. A rodada dupla, no domingo, será transmitida ao vivo pelo canal por assinatura “Bandsports”.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br