WSBK: Byrne assina com a Althea Ducati

A equipe italiana confirmou sua dupla de pilotos para o campeonato Mundial de Superbike 2010.

Por Roberto Brandão

Shane Byrne continuará presente no grid de largada do campeonato Mundial de Superbike na temporada 2010, após assinar contrato para correr com a Althea Ducati no ano que vem.

O bi-campeão britânico de Superbike fez sua primeira temporada inteira no WSBK em 2009, após se juntar a equipe Sterilgarda Ducati e mesmo não tendo mostrado a mesma performance que teve durante os testes, alguns bons resultados na reta final do campeonato o colocaram na oitava colocação no geral.

Sendo o segundo piloto mais bem colocado de uma equipe privada, Byrne – que liderou as provas de Misano e Portimao – foi o único piloto que terminou entre os dez melhores que ainda não tinha equipe para o ano de 2010.

No entanto, Byrne conquistou um espaço na ascendente equipe Althea, que ano que vem se expande para dois pilotos e modifica para máquinas Ducati. Naturalmente, Byrne está contente por ter mais uma chance no campeonato mundial ainda mais com uma moto que lhe é familiar.

“Estou extremamente feliz de poder dizer que farei parte da equipe Althea Ducati no WSBK de 2010. Genésio Bevilacqua tem sido fantástico e pelo que conversei com ele até agora, pude perceber que ele é uma pessoa muito séria, entusiasmada e ambiciosa”, disse o britânico.

“Ele montou um projeto fantástico, que deve possibilitar a mim e a Carlos Checa uma oportunidade de brigar pelas primeiras posições. Portanto, estou muito excitado com a nova aventura pela frente. Permanecer numa moto Ducati foi muito importante e eu acho que na equipe Althea encontrei meu lugar, uma ótima motocicleta, um companheiro de equipe bastante experiente e uma equipe muito motivada. Mal posso esperar para começar”, concluiu.

Byrne se junta ao ex-piloto da equipe Ten Kate Honda, Checa, para formar uma formidável dupla na equipe italiana, e o diretor Bevilacqua está entusiasmado com as duas aquisições.

“Estou realmente entusiasmado por ter assinado com Shane Byrne para a temporada de 2010. Ele provou ser um piloto muito habilidoso e bem sucedido no mundial de Superbike, e por isso tenho certeza que ele fará uma bela dupla com Checa”, comentou Bevilacqua.

Mesmo tendo começado em má forma na Sterilgarda Ducati, no final da temporada Byrne foi regular entre os pilotos da frente, conquistando um pódio em Misano e por cinco vezes ficou entre os cinco melhores.

Byrne se junta a mais cinco pilotos britânicos, Jonathan Rea, Leon Haslam, Tom Sykes, James Toseland e Cal Crutchlow, no grid de largada do campeonato Mundial de Superbike 2010.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br