Trio de ferro e a batalha pelo título

Rossi, Lorenzo e Stoner contam a visão de cada um sobre a última etapa da MotoGP, na Alemanha.

Por Roberto Brandão

Valentino Rossi construiu sua liderança no Campeonato Mundial de Motovelocidade, principalmente, com duas vitórias por menos de 0s1 sobre seu companheiro de equipe e rival ao título, Jorge Lorenzo.

A primeira dessas duas belas disputas aconteceu na sexta rodada, na Catalunha, com uma brilhante ultrapassagem de Rossi, na última volta em cima do espanhol. Mas a vitória do último domingo, na Alemanha, por 0s099 foi conquistada porque o italiano conseguiu segurar um empolgado Lorenzo até a bandeirada.

Rossi largou na pole position e encabeçou um grupo de quatro pilotos que se distanciaram, os quatro melhores na tabela do campeonato. Ele ficou na frente até ser ultrapassado pela Ducati de Casey Stoner na sétima volta. Na décima sétima volta, Rossi retornou para a ponta.

“Após Rossi me passar, eu tentei forçar e ficar colado nele, mas eu perdi a traseira da moto no fim da colina e tive que soltar os freios, o que quase me forçou a ir para a brita” disse Stoner.

O italiano ainda tinha um adversário na segunda colocação com fome de vitória. Era ele, Lorenzo, cutucando a roda traseira de Rossi até conseguir a ultrapassagem faltando apenas cinco voltas para o final. Rossi, com o mesmo pneu dianteiro, mas com um composto traseiro um pouco mais macio que seu companheiro de equipe, mergulhou com sua M1 na curva um e ultrapassou o espanhol na penúltima volta.

“Acho que foi uma ótima corrida para todos, porque os quatro melhores pilotos do campeonato estavam lutando, muito próximos, pela primeira posição. Sabíamos que seria uma briga muito difícil, e estou muito feliz com minha vitória. Meu ritmo foi bom e minha equipe trabalhou brilhantemente no fim de semana para acertar a moto”, explicou Rossi.

O hexacampeão da MotoGP, na mesma curva que ultrapassou seu companheiro de equipe, fez uma linha perfeita e não deu chances à qualquer tentativa de ultrapassagem de Lorenzo, defendendo perfeitamente sua posição e consagrando sua 101ª primeira vitória e seu 159º pódio.

“O final da corrida se resumiu em mais uma inacreditável disputa com Lorenzo, e eu realmente tinha que estar em minha melhor forma, especialmente porque ele me passou quando eu menos esperava. Mas com sorte, consegui retomar minha posição e ficar esperto para ele não me passar novamente. Nas últimas voltas pilotei com perfeição, não cometi nenhum erro e por isso consegui a vitória”, disse o “Doutor”.

Mesmo decepcionado com mais uma derrota por muito pouco, Lorenzo sabe que sua atuação foi muito boa. “Assim como em Montmeló, eu perdi a batalha. Mas não tem problema. Temos que ficar felizes por estar sempre entre os três primeiros. Foi uma corrida muito difícil, porque o circuito é lento e você tem que levar seu corpo ao limite. Ultrapassá-lo (Rossi) é uma tarefa difícil porque ele, mais do que ninguém, é especialista em atrasar a freada. É claro que estou decepcionado, mas sei que estou fazendo um ótimo trabalho. Acompanhar Rossi não é trabalho para qualquer um, afinal, ele tem muito mais experiência que eu”, explicou Lorenzo.

Terminando na quarta colocação pela segunda vez consecutiva, Casey Stoner ficou mais feliz com esse resultado do que com o mesmo conquistado no último GP, nos Eua. O australiano vem se recuperando de problemas de saúde e vai para a próxima etapa mais preparado, já que foi o vencedor das duas últimas etapas da MotoGP em Donington Park, onde acontecerá a próxima rodada.

“Não estava muito confiante no início da corrida por conta do meu estado de saúde. Mas tomei coragem e decidi partir para cima e pular para a primeira colocação o mais rápido possível. Consegui, mas não fui capaz de segurar os três pilotos que vinham atrás de mim. Quando estava na terceira colocação, Daniel Pedrosa fez uma volta espetacular e rodou mais rápido que todos os pilotos, e sem problemas me passou. No fim, fiquei feliz com a quarta colocação”, disse o australiano Stoner.

Rossi conquistou sua quarta vitória na temporada e está agora 14 pontos na frente de Lorenzo, após nove rodadas. Stoner vem na terceira colocação, com 28 pontos a menos que o primeiro colocado.

Os pilotos voltam às pistas a partir desta sexta-feira para os treinos livres em Donington Park, na Inglaterra.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br