Stoner vence fácil em Donington

Em pista molhada, australiano alcança a sua quinta vitória na temporada da MotoGP.

Por Leandro Alvares

Quando a MotoGP passou pelo GP da Inglaterra de 2006, Casey Stoner era um simples novato da categoria, mas com grande potencial de um dia se tornar vencedor. Tinha nove corridas em seu currículo, um segundo lugar como melhor resultado e ocupava a sexta posição na classificação, com 91 pontos.

Hoje, aquele mesmo garoto deixou o circuito de Donington Park com mais uma vitória na temporada, a quinta em oito provas, e com uma liderança ainda maior na luta pelo seu primeiro título mundial. De semelhança com o ano passado, manteve somente a fisionomia do “garoto” que é, de apenas 21 anos.

Aproveitando a superioridade da Ducati em piso molhado, Stoner alcançou com ligeira facilidade o topo do pódio da corrida deste domingo. Largou em quinto, mas logo conseguiu superar os adversários e saltar para a segunda posição, ficando somente atrás do pole-position Colin Edwards, da Fiat Yamaha.

Na seqüência, Casey começou a tirar a diferença que o separava do norte-americano, até efetuar a ultrapassagem na volta de número 15. Depois disso, seguiu tranqüilo rumo à nova conquista, recebendo a bandeirada com quase 12 segundos de folga sobre Edwards, que terminou em segundo. Chris Vermeulen, da Suzuki, chegou em terceiro.

Valentino Rossi, longe de uma atuação digna de um heptacampeão, teve de se contentar com o quarto lugar. O italiano partiu em segundo, mas caiu para terceiro depois da largada e sofreu com o desgaste dos pneus Michelin no terço final da disputa, o que o fez perder o lugar no pódio para Vermeulen nas voltas finais.

Em quinto, ficou o norte-americano John Hopkins, da Suzuki, seguido pela Kawasaki do francês Randy de Puniet. Alexandre Barros, numa bela prova de recuperação, completou o GP em sétimo. O brasileiro da Pramac d’Antin havia largado em 15º e protagonizou um acirrado duelo com Daniel Pedrosa na batalha pelo sétimo posto.

Ao espanhol, coube o contentamento com a oitava colocação, numa prova em que chegou a andar na liderança. Já seu companheiro de equipe e atual campeão da categoria, Nicky Hayden, foi uma das vítimas do asfalto molhado e acabou caindo para o último lugar.

O destaque positivo ficou para a atuação do estreante Anthony West, substituto do recém-aposentado Olivier Jacque na Kawasaki. O australiano era o antepenúltimo colocado no grid, mas conseguiu um enorme pulo para a oitava posição ao final da primeira volta. A afobação, contudo, acabou traindo o jovem piloto, que passou reto em uma curva e foi parar na caixa de brita. Voltou para a pista, mas distante dos ponteiros, terminando em 11º.

Com o resultado do GP britânico, Stoner chegou aos 165 pontos, abrindo 26 de vantagem sobre Rossi, que ocupa a vice-liderança. Pedrosa segue em terceiro na tabela, com 106. Barros é o oitavo, com 60.

A nona etapa do certame acontecerá já no próximo sábado, no tradicional circuito de Assen, na Holanda.

Resultado final em Donington:
1) Casey Stoner (AUS/Ducati/B), 30 voltas em 51min40s739
2) Colin Edwards (EUA/Fiat Yamaha/M), a 11s768
3) Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki/B), a 15s678
4) Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha/M), a 21s827
5) John Hopkins (EUA/Rizla Suzuki/B), a 35s518
6) Randy de Puniet (FRA/Kawasaki Racing/B), a 36s474
7) Alexandre Barros (BRA/Pramac d'Antin/B), a 38s094
8) Daniel Pedrosa (ESP/Repsol Honda/M), a 38s922
9) Alex Hofmann (ALE/Pramac d'Antin/B), a 39s239
10) Marco Melandri (ITA/Gresini Honda/B), a 1min01s526
11) Anthony West (AUS/Kawasaki Racing/B), a 1min06s486
12) Toni Elias (ESP/Gresini Honda/B), a 1min34s074
13) Kurtis Roberts (EUA/Team Roberts/M), a 1 volta
14) Shinya Nakano (JAP/Konica Minolta Honda/M), a 1 volta
15) Makoto Tamada (JAP/Tech 3 Yamaha/D), a 2 voltas
16) Sylvain Guintoli (FRA/Tech 3 Yamaha/D), a 2 voltas
17) Nicky Hayden (EUA/Repsol Honda/M), a 4 voltas

Legenda:
B = Bridgestone  / D = Dunlop / M = Michelin.

Classificação:
1) Casey Stoner, 165 pontos
2) Valentino Rossi, 139
3) Daniel Pedrosa, 106
4) Chris Vermeulen, 88
5) John Hopkins, 83
6) Marco Melandri, 81
7) Colin Edwards, 65
8) Alexandre Barros, 60
9) Loris Capirossi, 57
10) Toni Elias, 49
11) Alex Hofmann, 45
12) Nicky Hayden, 41
13) Randy De Puniet, 40
14) Shinya Nakano, 21
15) Carlos Checa, 20
16) Makoto Tamada, 17
17) Sylvain Guintoli, 16
18) Fonsi Nieto, 5
19) Anthony West, 5
20) Olivier Jacque, 4
21) Kenny Roberts, 4
22) Kurtis Roberts, 3

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br