Stoner quer repetir 2007 em Donington Park

Apesar da vitória ano passado, australiano declarou não gostar do traçado inglês.

Por Adilson

A consistência desempenhou grande papel na campanha de Casey Stoner em 2007 e lhe valeu a conquista do Campeonato Mundial de MotoGP, um conceito que o piloto da Ducati também aplica quando antevê as corridas.

Assumindo não gostar muito de Donington Park dias antes da batalha ano passado na Inglaterra, nem mesmo a vitória dominadora foi suficiente para fazer o australiano mudar de opinião.

Gosto à parte, a pista está fortemente ligada à história de Stoner. Foi palco da sua estréia nos Grandes Prêmios em 2001, e o seu desagrado com o desenho e piso não tem relação com o respeitável conjunto de resultados, algo que o jovem de 22 anos aponta na véspera da sua mais recente visita a Donington Park.

“Nunca gostei muito de Donington, mas tenho bons resultados aqui, por isso tenho boas lembranças. No meu ano de estréia na MotoGP, em 2006, fui quarto, perto do pódio, e no ano passado ganhei”, disse Stoner, que se mostra confiante antes desta importante corrida.

“Foi uma corrida na chuva, e mesmo com slicks, durante os treinos, estivemos fortes. A primeira parte da pista é muito difícil, com as longas e descendentes curvas Craner e depois a subida para o Gancho Antigo, onde se trava com a moto inclinada e andamos por todo o lado. Algumas das outras curvas são mesmo muito lentas e é difícil encontrar a afinação correta para a corrida por causa das diferenças entre as duas seções”, declarou.

“A parte lenta é muito importante porque é onde se podem fazer ultrapassagens, enquanto as seções rápidas nos dão a oportunidade de ganhar tempo e escapar se estivermos na frente, ou de apanharmos alguém se estivermos atrás. É um compromisso difícil de conseguir”.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br