Sete Gibernau quer voltar em Barcelona

Depois de uma cirurgia na clavícula, realizada nesta segunda feira, piloto espanhol se recupera rápido e já quer voltar às pistas.

Por Roberto Brandão

Sete Gibernau diz que a recuperação de sua clavícula fez bons progressos, mas não o suficiente para correr em Mugello, na próxima rodada da MotoGP, na Itália.

O espanhol quebrou sua clavícula quando caiu no treino no circuito de Le Mans, na França, no último fim de semana. O piloto foi direto para o centro cirúrgico em Barcelona, e ficou feliz ao descobrir que o ferimento não era tão grave. “Quebrei o osso em um novo lugar. Os médicos foram capazes de ver que os pinos da cirurgia de 2006 se adaptaram perfeitamente à minha clavícula”, disse Gibernau para o site oficial da MotoGP.

Mesmo acreditando que possa correr em Mugello, Gibernau decidiu esperar até etapa de Barcelona pata voltar às pistas. "Estou mentalmente forte, mas precisamos esperar mais um pouco para estar preparado fisicamente”, disse o piloto do Grupo Francisco Hernando Ducati.

Gibernau, desde que saiu da Ducati no final de 2006 e foi para a equipe satélite da marca, vem andando no pelotão de meio, e até agora não se preocupou com a falta de bons resultados. “A temporada está boa. Sabíamos que seria um pouco difícil para nós. Três anos sem correr e me recuperando de uma cirurgia, não pode ser fácil”, completou o espanhol.

O piloto espera retornar as pistas no circuito da Catalunya, na Espanha, no dia 14 de junho.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br