SANTA CRUZ PODE DEFINIR CAMPEÕES

Três categorias do Brasileiro de Motovelocidade têm chances de decidir o título neste domingo.

Por Thiago Fuganti

Muito próximo da reta final da temporada 2006, o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade já se vê diante da possibilidade de conhecer os primeiros campeões do ano. Neste domingo, na sexta e antepenúltima etapa do certame, programada para o autódromo gaúcho de Santa Cruz do Sul, três das cinco classes que compõem o torneio podem definir os vencedores do título.

Nas 125cc, Murilo Ribeiro venceu as cinco corridas realizadas até o momento e lidera a classificação com 125 pontos, 41 a mais do que Otávio Lucchini. Uma nova vitória neste fim de semana lhe dará a taça de campeão, desde que o vice-líder não seja o segundo.

Com quatro vitórias e um segundo lugar, Alecsandre Brieda aparece na primeira posição no páreo das 500cc. O mineiro tem 120 pontos, contra 81 de Carlos Cruz e Gilson Romani Pessoa. Se vencer, sem que os dois rivais estejam entre os três primeiros, “Doca” será tricampeão brasileiro.

A Superbike, principal categoria da competição, evidencia a possibilidade de Gilson Scudeler conquistar o título com antecipação. O piloto paulista do Team Scud Petrobras obteve três vitórias e dois segundos lugares, o que o deixou com 115 pontos. O vice-líder Pierre Chofard, seu companheiro de equipe, tem 77, mas não vai participar da prova em função do acidente que sofreu nos treinos para a quinta etapa, em Interlagos, em que fraturou a clavícula.

Com a ausência de Chofard, as principais ameaças ao feito de Scudeler são representadas pelos paulistas Leandro Panadés, que tem 74 pontos, e Pablo Henrique Martins, quarto colocado com 65. Martins, mais conhecido como Baratinha, também ficou ausente de duas etapas, conseqüência de um acidente sofrido em Campo Grande.
 
Nas outras duas categorias, as pequenas diferenças entre os primeiros na pontuação impede a definição antecipada do título. Nas 250cc, o líder brasiliense William Pontes Marinho acumula 92 pontos, apenas três a mais que o paranaense Fábio Peasson, atual campeão. Na Supersport, a liderança é do mineiro Philippe Braga Thiriet, com 85 pontos. Os paulistas Murilo Colatrelli e Bruno Corano, que estão em segundo e terceiro, têm 83 e 81, respectivamente.

Nesta quarta-feira, alguns pilotos já iniciaram os preparativos para a corrida de Santa Cruz, por meio da sessão de treinos extras disponibilizada pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) no circuito gaúcho. Quem optou por andar na pista teve que desembolsar uma taxa de 100 reais.
 
Confira a programação da sexta etapa:

Sexta-feira (22)
Vistorias técnicas: das 10h às 18h

Sábado (23)
Vistorias: das 8h às 9h

Treinos livres
125cc: das 9h10 às 9h30
250cc: das 9h40 às 10h
500cc: das 10h10 às 10h30
Superbike / Supersport: das 10h40 às 11h05

Classificação
125cc: das 11h15 às 11h35 / das 14h às 14h30
250cc: das 11h45 às 12h05 / das 14h40 às 15h10
500cc: das 12h15 às 12h35 / das 15h20 às 15h50
Superbike / Supersport: das 12h45 às 13h10 / das 16h às 16h30

Domingo (24)

Warm-up
125cc: das 8h às 8h15
250cc: das 8h25 às 8h40
500cc: das 8h50 às 9h05
Superbike / Supersport: das 9h15 às 9h30

Provas
125cc: 10h45
250cc: 11h50
500cc: 13h10
Superbike / Supersport: 14h25


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br