Rossi vence e Barros volta ao pódio

Italiano alcançou em Mugello a sua segunda vitória em 2007. Veterano brasileiro foi 3º.

Por Leandro Alvares

A chuva que atingiu a cidade italiana de Mugello na sexta-feira e no sábado resolveu dar uma trégua no domingo, dia em que foi realizada a sexta e emocionante etapa do Mundial de MotoGP.

Com pista seca, Valentino Rossi esbanjou toda a sua habilidade e prazer em pilotar diante de sua torcida, conquistando a sexta vitória consecutiva no traçado de seu país. Foi também a segunda proeza do piloto da Fiat Yamaha na temporada deste ano, que até o momento teve apenas três vencedores.

Daniel Pedrosa, da Repsol Honda, terminou a prova na segunda posição com uma desvantagem de 3s074 para o heptacampeão da categoria. Em terceiro, para a festa do Brasil, chegou Alexandre Barros, da Pramac d’Antin. Casey Stoner, líder do certame e vencedor de três etapas, foi o quarto.

Para a alegria dos torcedores, a disputa mostrou-se acalorada desde a largada. Stoner, o pole-position, conseguiu se manter à frente do pelotão com a Ducati. Na sua cola estavam Chris Vermeulen, Loris Capirossi e — de forma espetacular — Alexandre Barros, que saltou de décimo para quarto.

Capirossi, aparentemente inspirado, ultrapassou a Suzuki de Vermeulen e partiu para o ataque sobre seu companheiro de equipe, o australiano Stoner, o qual deixou para trás na abertura da terceira volta. O veterano Barros, enquanto isso, perdia três posições para Marco Melandri, Daniel Pedrosa e John Hopkins.

Para o azar do italiano Loris, sua Ducati começou a perder rendimento e, conseqüentemente, não teve como se manter na liderança. Surgia na ponta então a Repsol Honda de Pedrosa, que se defendia dos ataques de Stoner. Logo atrás já aparecia Rossi, que para variar não fez uma boa largada — saiu em quarto — e garantiu um novo show de pilotagem.

Na volta de número sete, Valentino já ocupava o segundo posto e iniciava a caça ao primeiro colocado. Dois giros depois, o bote certeiro sobre Pedrosa, que não conseguiu conter o ímpeto do “Doutor”.

Aproveitando-se do bom rendimento da Ducati nas retas, Barros deixou Melandri e Hopkins para trás, assumindo o quarto lugar. A três voltas do fim encostou em Stoner, a quem superou com uma bela manobra na curva 1 do circuito. O australiano fez de tudo para recuperar a posição, mas sem ter êxito.

Para o brasileiro, o resultado representou o seu retorno ao pódio da categoria — seu último troféu havia sido alcançado no GP da Inglaterra de 2005. Além disso, o brazuca entrou no seleto grupo de pilotos que ultrapassaram a marca de dois mil pontos no torneio. Fora ele, somente Mick Doohan e Valentino Rossi celebraram o feito.

No campeonato, Stoner viu sua vantagem sobre Rossi na liderança cair para nove pontos — o placar é de 115 a 106 em favor do australiano. Longe dessa briga aparece Pedrosa em terceiro, com 82. Barros é o nono, com 43.

A sétima etapa do Mundial acontece já no próximo fim de semana, em Barcelona, na Espanha. 

Resultado da prova:
1) Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha/M) 42min42s385
2) Daniel Pedrosa (ESP/Repsol Honda/M), a 3s074
3) Alexandre Barros (BRA/Pramac d'Antin/B), a 5s956
4) Casey Stoner (AUS/Ducati/B), a 6s012
5) John Hopkins (EUA/Rizla Suzuki/B), a 13s244
6) Toni Elias (ESP/Gresini Honda/B), a 19s255
7) Loris Capirossi (ITA/Ducati/B), a 19s646
8) Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki/B), a 22s810
9) Marco Melandri (ITA/Gresini Honda/B), a 22s837
10) Nicky Hayden (EUA/Repsol Honda/M), a 24s413
11) Alex Hofmann (ALE/Pramac d'Antin/B), a 24s781
12) Colin Edwards (EUA/Fiat Yamaha/M), a 28s001
13) Shinya Nakano (JAP/Konica Minolta Honda/M), a 36s733
14) Sylvain Guintoli (FRA/Tech 3 Yamaha/D), a 45s098
15) Makoto Tamada (JAP/Tech 3 Yamaha/D), a 45s145
16) Olivier Jacque (FRA/Kawasaki Racing/B), a 42s217
17) Kenny Roberts (EUA/Team Roberts/M), a 1min27s222

Legenda:
B = Bridgestone / D = Dunlop / M = Michelin.

Classificação:
1) Casey Stoner, 115 Pontos
2) Valentino Rossi, 106
3) Daniel Pedrosa, 82
4) Marco Melandri, 68
5) Chris Vermeulen, 63
6) John Hopkins, 59
7) Loris Capirossi, 47
8) Toni Elias, 45
9) Alexandre Barros, 43
10) Colin Edwards, 39
11) Nicky Hayden, 36
12) Alex Hofmann, 35
13) Carlos Checa, 20
14) Randy De Puniet, 19
15) Shinya Nakano, 18
16) Sylvain Guintoli, 14
17) Makoto Tamada, 12
18) Fonsi Nieto, 5
19) Olivier Jacque, 4
20) Kenny Roberts, 4

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br