ROSSI VENCE CAPIROSSI EM SEPANG

Com a conquista na Malásia, italiano se aproxima dos líderes do mundial.

Por Leandro Alvares

Um intenso pega a la italiana marcou a disputa do GP da Malásia de MotoGP, realizado neste domingo. Na pista de Sepang, Valentino Rossi e Loris Capirossi duelaram pela liderança desde as primeiras voltas da corrida, sendo que ao final das 21 passagens coube ao atual campeão do torneio a façanha de receber a bandeira quadriculada  na dianteira. Daniel Pedrosa completou o pódio em terceiro.

Os 0s849 de vantagem sobre o compatriota garantiram ao competidor da Yamaha a conquista de número 58 de sua carreira, além da aproximação sobre os pilotos da Honda na briga pelo título. “Esta corrida registrou uma luta lendária entre mim e o Loris. Sempre torço para que as corridas sejam assim”, disse o vencedor, que não poupou elogios ao adversário.

“Adoro disputar contra ele, pois há muito respeito entre nós e uma grande confiança. Ele, sem dúvida, é um dos maiores oponentes que já tive e ao mesmo tempo um dos meus melhores amigos no paddock”, revelou.

Com o resultado, Rossi chegou aos 188 pontos, diminuindo para 26 a diferença que o separa de Nicky Hayden, o quarto colocado na corrida malaia. “As Hondas fazerem terceiro e quarto lugares não é o ideal para mim. Mas o que me resta é seguir vencendo as etapas e será este o meu objetivo”, afirmou o heptacampeão da categoria.

Além do duelo acirrado entre os italianos, chamou a atenção no GP o ótimo desempenho de Dani Pedrosa. Vítima de um acidente nos treinos de sexta-feira, que culminou em cinco pontos no joelho, o espanhol chegou a ser dúvida para a largada, mas ainda assim pilotou com maestria. Com méritos, o bicampeão das 250cc manteve-se na vice-liderança, agora com 192 pontos.

“A grande dúvida do fim de semana foi se eu iria correr ou não. Decidimos isso apenas momentos antes da largada”, contou Pedrosa. “Me deram uma injeção para eu não sentir muita dor, mas mesmo assim eu senti algumas fisgadas durante a corrida. Eu estava muito cansado após a bandeirada”, acrescentou o piloto.

“Tive muita sorte em terem cancelado o treino de classificação. Não fosse isso, as coisas seriam muito mais complicadas para mim”, lembrou Dani, em referência ao dilúvio do sábado que comprometeu as tomadas de tempos.

Por conta da forte chuva que atingiu as proximidades do circuito, os organizadores formaram o grid de largada com base nos tempos alcançados nos treinos livres. Sendo assim, Rossi largou na pole, seguido de Hayden, Capirossi, Kenny Roberts Jr. e Pedrosa.

De volta às pistas após se recuperar da segunda cirurgia na clavícula, Sete Gibernau conseguiu um convincente quinto lugar. A luta do espanhol até o fim do ano passa a ser para convencer a Ducati a renovar o seu contrato por mais uma temporada, como já fez com Capirossi.

Restam agora mais quatro corridas para o término da temporada. A 14ª etapa acontecerá já no próximo fim de semana, em Phillip Island, na Austrália. Na seqüência virão os GPs do Japão, Portugal e Valência, sendo este último no dia 29 de outubro.

Confira o resultado do GP da Malásia:
1) Valentino Rossi (ITA/Camel/Yamaha), 21 voltas em 43min07s829
2) Loris Capirossi (ITA/Marlboro/Ducati), a 0s849
3) Daniel Pedrosa (ESP/Repsol/Honda), a 3s863
4) Nicky Hayden (EUA/Repsol/Honda), a 5s780
5) Sete Gibernau (ESP/Marlboro/Ducati), a 9s301
6) John Hopkins (EUA/Rizla/Suzuki), a 11s081
7) Kenny Roberts Jr. (EUA/Team Roberts/KR211V), a 11s838
8) Casey Stoner (AUS/LCR/Honda), a 12s267
9) Marco Melandri (ITA/Fortuna/Honda), a 15s019
10) Colin Edwards (EUA/Camel/Yamaha), a 19s909
11) Chris Vermeulen (AUS/Rizla/Suzuki), a 24s371
12) Carlos Checa (ESP/Tech 3/Yamaha), a 30s884
13) Randy de Puniet (FRA/Kawasaki), a 36s335
14) Makoto Tamada (JAP/Konica Minolta/Honda), a 48s777
15) Alex Hofmann (ALE/Pramac d'Antin/Ducati), a 59s081
16) James Ellison (ING/Tech 3/Yamaha), a 1min05s787
17) José Luis Cardoso (ESP/Pramac d'Antin/Ducati), a 1min37s862

Campeonato:
1) Nicky Hayden, 214 pontos
2) Daniel Pedrosa, 192
3) Valentino Rossi, 188
4) Loris Capirossi, 171
5) Marco Melandri, 168
6) Casey Stoner, 109
7) Kenny Roberts Jr., 101
8) Colin Edwards, 96
9) John Hopinks, 93
10) Shinya Nakano, 75


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br