Rossi vai testar com a Ducati em Valência

O piloto afirmou numa entrevista que Masao Furusawa autorizou-o a rodar com a sua equipa de 2011 no teste de pós-temporada de Novembro.

Por Roberto Brandão

Valentino Rossi tinha indicado que recebeu autorização do Diretor Executivo para Operações de Engenharia da Yamaha, Masao Furusawa, para testar com a Ducati em Valência no próximo mês.

A questão sobre se o piloto de 31 anos teria autorização da Yamaha para rodar com a Desmosedici pela equipe com que assinou para 2011 continuou a ser um assunto de muito interesse entre a imprensa e numa entrevista com o canal italiano que transmite a MotoGP, Italia 1, Rossi disse que finalmente recebeu autorização de Furusawa após ter falado com ele na noite de sábado.

“O Furusawa chamou-me e disse-me que era uma forma de agradecer pelo que fiz pela Yamaha,” disse Rossi à Italia 1. “Penso que é um gesto simpático e que mostra que a Yamaha valorizou tudo o que foi feito ao longo destes anos”.

Ao saber as notícias, o Diretor de Projeto da MotoGP da Ducati, Alessandro Cicognani, disse: “Não ouvi o que o Rossi ou a Yamaha disseram mesmo, mas fui informado disto e estou muito contente. Penso que é como um presente da Yamaha para o Valentino depois de tudo o que fez por eles”.

“Estamos contentes com isto e, de certa forma, queria agradecer à Yamaha. Tenho boas relações com o Lin Jarvis e aproveito esta oportunidade para lhe agradecer porque ele foi sempre justo e esteve sempre aberto à discussão. Não é fácil e é fantástico. Por isso, agora vamos trabalhar e terminar a temporada para depois pensar em 2011”.

Cicognani continuou: “Penso que este teste é importante para todos porque, devido às restrições de testes, é justo todos terem a oportunidade de testar a moto que vão usar no ano seguinte. Ele vai mesmo testar a moto de 2011 e vamos ver. Estamos trabalhando nisso!”.

As notícias surgiram depois de Rossi ter terminado o GP da Austrália em terceiro no domingo, uma prova em que escalou desde oitavo do grid para ultrapassar Nicky Hayden na última volta e garantir o oitavo pódio do ano.

"Começar em oitavo e terminar em terceiro não é um resultado ruim, tendo em conta as dificuldades que tivemos este fim de semana. Estou contente”, disse Rossi sobre a corrida. “Hoje (ontem) o Stoner rodou num modo diferente e quero dar-lhe os parabéns. O pódio foi o máximo para nós, mas foi difícil lutar com ele”, disse Rossi.

“Diverti-me muito com o Hayden no final porque em alguns momentos ele estava mais rápido que eu e tive mesmo de dar o máximo, mas o pódio aqui é muito importante para mim e não podia desistir com facilidade. Temos três pódios consecutivos, incluindo uma vitória, e depois desta dura temporada estou contente com isto. Hoje ganhamos o Título dos Construtores, o que me deixa muito satisfeito", completou Rossi.

 


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br