Rossi se prepara para acabar com jejum de vitórias

Desde setembro que o italiano não sabe o que é pisar no degrau mais alto do pódio.

Por Adilson

Com um jejum de cinco corridas sem vitória no Mundial de MotoGP, que se estende desde Portugal em setembro do ano passado, Valentino Rossi terá uma excelente oportunidade no Grande Prêmio da Espanha, tendo em vista seus ótimos resultados lá.

O italiano pretende vencer no domingo, para acabar com o longo período sem vitórias. Desde o sua estréia na categoria em 2000, quando venceu a 9ª etapa do Mundial em Donington Park, que ele não fica tanto tempo sem subir no lugar mais alto do pódio.
 
O pentacampeão conseguiu apenas o quinto lugar, depois de largar em sétimo na primeira corrida do ano, no Catar, com os pneus Bridgestone. Entretanto, ele quer provar que em Jerez as coisas serão diferentes, já que ele se dá muito bem no circuito do sul da Espanha.

“O Doutor”, como é conhecido, adora o carinho da nação espanhola, diante da qual conquistou seis vitórias, desde 1996. Cinco delas foram na principal categoria do motociclismo, incluindo duas com a Fiat Yamaha, em 2005 e 2007.

Com o desempenho mostrado no Catar, Rossi declara: “Obviamente não conseguimos tirar tudo da moto como esperávamos, mas algumas coisas positivas foram observadas. Vimos que nossas motos e os pneus Bridgestone podem ser bastante competitivos e isso é muito bom para o resto da temporada, mas sabemos também que teremos muito trabalho pela frente, especialmente depois desse último resultado”.

Bastante entusiasmado com o próximo GP, o piloto de 29 anos comenta: “Fizemos um excelente trabalho em Jerez de La Frontera em fevereiro, tenho certeza que vou me divertir bastante pilotando a moto e não vejo a hora da corrida começar logo. É um ótimo circuito para correr, bastante técnico e eu gosto muito. Fiz excelentes corridas no passado, principalmente na última”.

Referindo-se ao retorno das corridas com a luz do dia Rossi diz: “É bom ter de volta uma corrida ‘normal’, mesmo tendo gostado da corrida à noite no Catar. Mas o mais importante é a atmosfera de Jerez, com os fãs vindo de todos os lugares do país, é como uma grande festa”.


 


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br