ROSSI SATISFEITO COM OS TESTES

Agora, italiano só quer saber de descanso para começar 2007 com o gás renovado.

Por Leandro Alvares

O fato de ter perdido a hegemonia nos testes coletivos da MotoGP, em Jerez de La Frontera, não tirou a empolgação de Valentino Rossi com o desempenho do modelo híbrido da Yamaha. O italiano liderou dois dos três dias de treinamentos realizados nesta semana, sendo superado apenas no último ensaio pelo espanhol Daniel Pedrosa.

“Esses treinos foram muito bons para nós, pois conseguimos avaliar uma série de componentes da moto”, disse o vice-campeão da temporada 2006, que ao lado do companheiro, Colin Edwards, experimentou diferentes chassis, novas suspensões e compostos de pneus.

“Creio que os dados dos treinos serão muito úteis para os nossos engenheiros. Eles terão muita informação para analisar durante o ‘test-ban’”, acrescentou o heptacampeão da categoria, em referência ao período de proibição de testes.

A melhor volta do “Doutor” foi cronometrada na quinta-feira em 1min40s123, quase meio segundo abaixo do recorde da pista espanhola, registrado na corrida deste ano pelo próprio Rossi e com o motor de 990cc — todas as máquinas que andaram em Jerez nesta semana já estavam equipadas com a nova configuração de 800cc.

“Estou realmente impressionado com o forte desempenho que alcançamos neste começo de pré-temporada. É verdade que ainda há muito trabalho pela frente, mas agora precisamos de umas boas férias. Com todos bem descansados, tenho certeza de que voltaremos a treinar em janeiro com um apetite ainda maior para o próximo campeonato”, finalizou Valentino.

O novo modelo da Yamaha, com o qual Rossi tentará recuperar o título da categoria, deve estrear nas pistas no fim de janeiro, durante a retomada dos testes de inverno, em Sepang.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br